sábado, 31 de outubro de 2009

perguntinha

o que há em comum entre o neo-técnico e ídolo rubro-negro andrade e o neo-cartola e ídolo vascaíno roberto dinamite?

resposta: ambos foram criancinhas botafoguenses.

mala

e agora o grêmio barueri levou quanto $$$
pra barrar o artilheiro val baiano e o arqueiro renê do jogo de hoje?
é legítimo perguntar?

football, the brazilian way

acompanhando o forte campeonato russo pela espn brazil,
acabei de ficar sabendo que o cska demitiu o español juande ramos.
durou nove jogos.
já que zico não deu certo ali, por que eles não tentam agora o kleber leite?

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

História de mala branca

Essa história foi contada por Celso Unzelte, da ESPN Brasil.

Em 1971, o Marília era dirigido pelo técnico Alfredinho e disputava o quadrangular final da Segunda Divisão paulista, com jogos disputados no campo neutro do Parque Antártica. A última rodada marcou Marília x Saad, Rio Preto x Catanduvense. Rio Preto e Saad disputavam cabeça a cabeça a vaga na Primeira Divisão. O Rio Preto decidiu, então, pagar ao Marília para vencer o Saad. Resultado: o Marília venceu e passou a ter chance de acesso, desde que o Rio Preto perdesse do Catanduvense no último jogo.
Enquanto os jogadores contavam o dinheiro no vestiário do Marília, Alfredinho interrompeu a festa e pediu o dinheiro de volta:
"Dá aqui, dá aqui... Agora vamos entregar ao Catanduvense para vencer o Rio Preto.
O mesmo dinheiro que o Rio Preto pagou ao Marília foi entregue pelo Marília para o Catanduvense tirar o Rio Preto da disputa. E o Catanduvense venceu.
Resultado: o Marília subiu com o dinheiro do Rio Preto.

teoria da relatividade

se angustiar com prováveis rebaixamentos, ver seu time perder uma sequência invicta e um antigo xodó desencantar, assistir ao seu ex-técnico rumar para o título, enxergar a iminente ida de um grande rival para a libertadores...

vocês acham que isso é sofrimento?

f*, mas f* mesmo, é torcer para o atlético-go, pegar um ônibus em goyaz, desembarcar em volta redonda, entrar num estádio vazio (público presente: 212) e ver seu time tomar quatro gols do duque de caxias somente no primeiro tempo.

e, ao final da partida, ainda ter que decidir onde afogar as mágoas: volta redonda ou goiânia?

Classificação da Taça Rio

Ou melhor, do returno do Brasileirão (pg, j, v, e, d, gp, gc, sg):

1 Cruzeiro 29 13 9 2 2 26 16 10
2 Flamengo 22 13 6 4 3 21 13 8
3 São Paulo 22 13 6 4 3 17 13 4
4 Atlético-MG 21 13 6 3 4 17 17 0
5 Palmeiras 20 13 6 2 5 19 18 1
6 Grêmio 19 13 5 4 4 25 16 9
7 Vitória 19 13 5 4 4 20 17 3
8 Coritiba 19 13 5 4 4 17 16 1
9 Sport 17 13 4 5 4 17 17 0
10 Corinthians 17 13 4 5 4 17 21 -4
11 Atlético-PR 16 13 4 4 5 15 15 0
12 Barueri 16 13 4 4 5 14 16 -2
13 Santos 16 13 4 4 5 13 15 -2
14 Internacional 15 13 4 3 6 17 16 1
15 Botafogo 15 13 3 6 4 20 20 0
16 Fluminense 15 13 3 6 4 14 20 -6
17 Náutico 14 13 4 2 7 16 19 -3
18 Santo André 14 13 4 2 7 12 18 -6
19 Avaí 14 13 3 5 5 22 23 -1
20 Goiás 12 13 3 3 7 16 29 -13

da arte de acreditar

bela vitória, bela festa.

a torcida do fluminense não merece a diretoria que tem.

da arte de dar tiro no próprio pé


esta pode bem entrar pra história como
"a triste noite em que obina enterrou o flamengo".

parabéns aos astutos kartolas do rubro-negro,
que enxotam obina num dia
e depois correm atrás de dennis marques & gil.
te digo que doeu mais do que os gols do barueras.

Série Campeões Brasileiros

São Paulo, 1986.

Faltava um minuto. 3x2. O Brinco de Ouro da Princesa estava lotado. O Bugre estava prestes a se sagras bicampeão brasileiro de futebol. Era o segundo tempo da prorrogação. A bola estava nos pés do goleiro Gilmar, do São Paulo. Era o fim do jogo e do campeonato.

Eis que Gilmar rolou a bola para Wagner. E numa dessas frases consagradoras da história do futebol, o goleirão grita: “Manda pro Careca que ele resolve”. O zagueiro deu um balão com toda a sua força de fim de segundo tempo de prorrogação.

A bola cruzou o Brinco de Ouro e caiu na cabeça de Pita. O meia são paulino resvalou na bola o suficiente para ela cair nos pés de um dos maiores centroavantes da história do futebol brasileiro. Careca dominou a criança e desferiu um petardo. 3x3. As 37 mil pessoas sofreriam com as penalidades.

Qual foi a final mais emocionante da história do Campeonato Brasileiro? Dificilmente outra decisão conseguirá bater o fantástico 3x3 entre Guarani e São Paulo, naquele 25 de fevereiro de 1987 (!).

Dois timaços se mataram em campo. Do lado campineiro, nomes como Boiadeiro, Evair, Ricardo Rocha, João Paulo. No São Paulo, os Menudos (eles já eram bambis desde então) formados por Careca, Muller, Pita, Silas, Gilmar, Dario Pereyra.

Nos pênaltis, vejam só, Careca e Boiadeiro erraram as duas primeiras cobranças. Os demais batedores acertaram seus chutes, exceção feita a João Paulo. Era o bicampeonato do São Paulo. Careca terminara artilheiro da competição com 25 gols, um à frente de Evair. Os dois, aliás, fizeram os gols do 1x1 do primeiro jogo da final.

Na final, os 3x3 foram marcados por Nelsinho (contra, depois de cruzamento de Zé Sérgio), Boiadeiro e João Paulo (um golaço!) do lado do Guarani. Os tricolores marcaram com Ricardo Rocha (contra, depois de cabeçada de Bernardo), Pita e Careca. Na segunda parte da etapa final do tempo regulamentar, Aragão não marcou um pênalti escandaloso em João Paulo. Ainda bem. Não teríamos tido a maior final de todos os tempos.

A seguir, a escalação dos dois timaços:

São Paulo: Gilmar; Zé Teodoro, Wagner Basílio, Dario Pereyra e Nelsinho; Bernardo, Silas e Pita; Müller, Careca e Sídnei (Pianelli). Técnico: Pepe.

Guarani: Sérgio Nery; Marco Antônio, Ricardo Rocha, Fernando e Zé Mário; Tozin, Tite (Nei) e Boiadeiro; Chiquinho Carioca (Catatau), Evair e João Paulo. Técnico: Carlos Gainete.

A seguir, excelente reporgatem do Thomé sobre o jogo. Com todos os lances, os detalhes, o pênalti não marcado, os golaços de João Paulo e Careca. E, vejam só, até uma cena do Marco Aurélo Cunha beijando a trave (imediatamente antes da cobrança dos pênaltis)!

Basta de hipocrisia

O presidente do Flamengo - sim, Marcio Braga, o presidente, aquele que comanda o clube, mesmo de licença - deu entrevista condenando a mala branca do Cruzeiro. Virou, digamos, "baluarte da moralidade".

Mas até o débil mental do Bruno Souza acertou nessa história.

Nunca vi nada de errado ou ilícito em estimular ainda mais jogadores para ganharem uma partida.

Sinceramente, alguém vê isso realmente como algo errado?

Patético

O que dizer de um time que perde para o lanterna em meio a briga pelo título?

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

SORTE DE CAMPEÃO?

Richarlyson para por três semanas

Jogador sofre estiramento no músculo adutor da coxa direita


Inédito! Imagens nunca antes vistas nos estádios brasileiros

Aguardamos...

Os comentários inflamados dos flamenguistas.

Um post empolgante do colorado Zé Gotinha.

Um texto equilibrado de CM a respeito da penalidade em favor do Botafogo.

As pessimistas previsões de Zelão sobre o futuro do Cruzeiro no Brasileirão.

perguntinha

essa eu ouvi na cbn:

- se o técnico do flamengo fosse muricy, felipão ou yustrich, a juanita teria dado aquele chilique no banco de reservas?

Episódio de hoje: Where all the black people go?

Encontrar um negro nas arquibancadas do Estádio Olímpico é a mesma coisa que ouvir um discurso do presidente Lula sem erro de concordância. Ou ver o atacante Dodô chorando de amores por algum time. Ou mais: ler alguma crítica do presidente deste Cbet, White Martins, sobre as sempre pertinentes convocaçòes de Bunga.

Até torcedor do Treze a gente vê no estádio.
A reportagem do Cbet esteve no clássico regional entre Grêmio de Football Portoalegrense e Hawaii. O Olímpico gaúcho lembrava o Olímpico alemão da Olimpíada de 1938.

Só gente desbotada (e aí eu me incluo) e alguns punks (que eu não me arrisquei a tirar fotos, afinal sou nordestino). Para não dizer que o clima era hostil, havia famílias, muitos grupinhos de mulheres vestidas com a calça da moda (uma calça colada no corpo, preta, increíble), senhores de idade...

Flagrei um momento de emoção de um senhor com camisa retrô do Grêmio. Enquanto caminhava pelo concreto mais ou menos na região da entrada da área do gol à esquerda das cabines de imprensa:

- Filhô! Foi aqui que o vovô viu o segundo gol da final da Libertadores. Da primeira final...

O piá fez pouco caso.

Ontem ele poderia ver o crássico regional de onde bem entendesse. Desde que tivesse $40 pra pagar pelo ingresso mais barato. O público pagante foi de nove mil e uns quebrados. Em breve chegará a nota ao presidente do Cbet para reembolso.

Pois bem.

Se você não estiver em um grupo de amigos, dificilmente você vai conseguir puxar papo nas arquibancadas do Olímpico. Tentei por três vezes em locais diferentes. Sempre com o mesmo papo:

- Porra, o Souza demora demais para tocar a bola...

Ninguém respondeu.

Depois que Souza fez o terceiro gol, mudei o tom:

- Bah, que jogadaça do Souza, hein, tchê?

Fiquei no vazio de novo. No máximo, uma resposta positiva com a cabeza.

Talvez se eu começasse a cantar com sotaque portenho:
Daleô, o Grêmio é copêro! Daleó, campiãomundiallllll

Uma musiquinha que serve como justificativa para o fiasco do time no campeonato de pontos corridos (do ano passado, inclusive!!).

Durante o primeiro tempo, eles cantaram quatro musiquinhas estilo argentina. E gesticularam como se estivessem arremessando para o alto formigas presas ao couro das costas da mão. Só por um minuto os barrabravas pararam de cantarolar no primeiro tempo, na expulsão de Rochembach.

Como não consegui ver a expulsão, fui para a área em frente à linha que divide o gramado para acompanhar o jogo pelo Premiere Sportv. A transmissão tem pelo menos 30 segundos de delay. Dá para ver o jogo todo DUAS vezes.



O local tem aroma de pista de dança de boate jamaicana. É legalize total por ali. A polícia não circula entre os arquibaldos.









O curioso é que em boate jamaicana só tem negão. No time do Grêmio que manteve, ontem, sua invencibilidade no Olímpico neste BR conta com cinco negros entre os titulares, e aí eu coloco os morenos Souza e Réver nesta conta, as jogadas dos TRÊS gols de ontem foram desenhadas por neguinhos (Perea sofreu pênalti; Souza deu a primeira assistência; Douglas lançou para Souza).

O produto mais consumido no Olímpico tem nome de Nêga Maluca.











Em meio à bandeiras uruguaias, com fotos do Hugo de Leon ou do Dinho (!!!), tem uma homenagem ao ponteiro Tarcísio, o Flecha Negra. Aliás, foi por ali que vi o único caboclo do estádio (esse senhor sentado aqui, no canto de baixo da foto). Para o IBGE e para a torcida do Grêmio ele é negão.

Ao final do jogo, ainda fui a um bar da famosa rua Lima e Silva ver o finalzinho da derrota do Inter para o Trico. A coisa tá preta pro Inter...

WARNING!

o factor pets

claro que, nesta hora, imprime-se a lenda.
o folklore dirá outra cousa. dirá que foi a soberba. é a explicação fácil pra quem não viu o jogo.
mas o factor barueras, conforme previsto aqui, foi decisivo ontem porque o flamengo perdeu seu único jogador que deixava o time de pé. e o facto desse jogador até dois meses atrás ser encarado como piada entre todos nós apenas mostra a fragilidade dessa equipe. que foi longe demais.
agora, independente dos resultados da noite, o flamengo está alijado do brazileiro-2009.
comemorem.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

fator baruêras

queimou o filme do rubro-negro na arena de alphaville!

deixaram o mengão chegar em barueri...


o flamengo possui uma característica que admiro sobremaneira: a previsibilidade.

quanto mais alto o salto, maior o tombo - do time e de seus torcedores.

e teve gente que sonhava em dormir na liderança do campeonato...

no mais, parabéns ao bruno zousa, que impediu um vexame históóóórico.

(ouvi vaias ao ídolo andrade, aquele que deixou cair a máscara da humildade e tirou onda depois do clássico?)

e a juanita voltou a dar chilique...

vieri a caminho do fogão... de ribeirão

o ex-atacante da seleção italiana acha que vai desembarcar em general severiano e curtir as praias kariokas. mal sabe que acabará cortando cana e tomando chope em ribeirão preto.

- Não quero mais jogar na Itália ou na Europa. Quero coisa nova, motivação. E jogar no Brasil, um país lindo, seria bom. Sei que o Botafogo é um grande clube, com grande estádio e grande torcida. Bons jogadores jogaram lá. Vai ser bom...

Série Campeões Brasileiros

Coritiba, 1985.

Um campeonato estranho. Primeiro, por ter o Coritiba como campeão. Segundo, pelo vice-campeão: o Bangu. Em terceiro lugar, pelo Brasil de Pelotas ter feito a semifinal com os cariocas. De corriqueiro mesmo só o fato de o Atlético Mineiro chegar entre os quatro e não levar o título.

A grande final foi disputada em apenas uma partida, um empate de 1x1 com gols de Lulinha pelos bicheiros e Índio pelos paranaenses. Nos pênaltis, um incrível 6x5, com Ado perdendo a bola do campeonato e consagrando o técnico Ênio Andrade (primeiro a ser campeão por três times distintos– Inter, Grêmio e Coxa).

Aliás, em tempos de Murici Ramalho e futebol medíocre, o Coxa tem a pior campanha da história de um campeão brasileiro. Em 29 jogos, venceu apenas 12, empatou 7 e perdeu 10. Só como efeito de comparação, o Bangu venceu 20 vezes.

Edmar, do Guarani, foi o artilheiro do campeonato com 20 gols. Anos mais tarde, ele viria defender o Corinthians, onde foi artilheiro e campeão paulista.

Além das estranhas semifinais, o campeonato talvez tenha tido os dez primeiros colocados mais improváveis da história. Ei-los:

1º Coritiba (PR)

2º Bangu (RJ)

3º Brasil (RS)

4º Atlético (MG)

5º Sport (PE)

6º Ponte Preta (SP)

7º Ceará (CE)

8º Joinville (SC)

9º Flamengo (RJ)

10º Internacional (RS)

Vejam a escalação dos dois times na grande final, disputada no Maracanã lotado por 91 mil pessoas, no dia 31 de julho de 1985. Destaques para o Lela – pai do Richarlyson e do Alecsandro – e para o folclórico goleiro Rafael, do qual me lembro muito bem dos álbuns de figurinha, por tantas e tantas repetidas que eu tinha.

Bangu: Gilmar; Márcio Nunes, Jair, Oliveira e Baby; Israel, Lulinha (Gílson) e Mário; Marinho, João Cláudio (Pingo) e Ado. Técnico: Moisés.

Coritiba: Rafael; André, Gomes, Heraldo e Dida; Almir (Vavá), Marildo (Marco Aurélio) e Tóbi; Lela, Índio e Édson. Técnico: Ênio Andrade.

A seguir, a reportagem do Globo Esporte sobre a final e a festa:

Recordar é viver

O falastrão Neto usou o hoje seu blog para pedir desculpas à torcida do Patético Mineiro. Leia (e divirta-se):

A verdade sobre a Selegalo

Como prometido falarei hoje da minha conturbada passagem pelo Clube Atlético Mineiro. Quando o presidente Afonso Paulino comprou meu passe fiquei muito feliz. Era talvez a maior oportunidade de marcar meu nome fora de São Paulo. Uma verdadeira Seleção estava se formando. Para se ter uma idéia, antes de mim tinham sido contratados o lateral Luís Carlos Winck, o zagueiro Adílson (hoje técnico do Cruzeiro) e os atacantes Renato Gaúcho e Gaúcho. Na apresentação oficial no CT mais de 5 mil torcedores. Não demorou muito para esse grupo ser batizado de Selegalo.

Nos primeiros jogos o time até foi bem. Lembro que na estréia vencemos o Valeriodoce com um gol meu de falta. Já os treinamentos eram péssimos. O time titular perdia direto do reserva. (...)

(...) A verdade é que o dono daquele time era o Renato. Ele deitava e rolava. Fazia o que queria. Não justifica, até porque o ele é um sujeito muito legal. Adoro o Renato como pessoa. Mas aquela equipe ficou sem foco. Não conseguiu formar uma identidade. Na verdade a pegada de boa parte daquele elenco, inclusive eu, era na noite de BH. E nós a quebrávamos com estilo. Minha nossa! Tinha cada mulher bonita. (...)

(...) Foi uma pena aquele time não dar certo. E olha que apesar do fiasco ainda fomos vice-campeões mineiros em 94. Vai entender, né?”

Pontos corridos desde 1971

Juca Kfouri publicou em seu blog hoje uma relação de quem teriam sido os campeões brasileiros caso os campeonatos disputados entre 1971 e 2002 tivessem terminado após as fases de classificação, sem quadrangulares e mata-matas finais.

Não surpreende que, pelo levantamento, o Flamengo teria conquistado.... ZERO títulos. E que sempre que se fala em voltar ao mata-mata, os cariocas são os últimos saudosos. Não seria tão absurdo concluir, portanto, que com regulamentos injustos (alguém lembrou de palavras como "favorecimento" e "regras obscuras"? Que por sua vez remetem a "viradas de mesa"?), na terra da treta, só o menguinho era tetra?

Acho que se a constituição brasileira estipula que a lei retroage em benefício do réu, é correto, coerente e justo pleitear que todos os títulos do Flamengo sejam caçados, pois os outros times, os verdadeiros vencedores em 1980, 1982, 1983 e 1992, foram prejudicados pela regra então vigente e corrigida hoje em dia.

Vejam a lista dos campeões morais:

1971 – Corinthians
1972 – Palmeiras
1973 – Palmeiras
1974 – Grêmio
1975 – Inter
1976 – Inter
1977 – Atlético Mineiro
1978 – Inter
1979 – Inter
1980 – Atlético Mineiro
1981 – Vasco
1982 – Guarani
1983 – São Paulo
1984 – Fluminense
1985 – Sport
1986 – Guarani
1987 – Atlético Mineiro
1988 – Vasco
1989 – Vasco
1990 – Grêmio
1991 – São Paulo
1992 – Botafogo
1993 – Palmeiras
1994 – Guarani
1995 – Santos
1996 – Cruzeiro
1997 – Vasco
1998 – Corinthians
1999 – Corinthians
2000 – Cruzeiro
2001 – São Caetano
2002 – São Paulo

Inter e Vasco teriam vencido quatro vezes.

Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Galo e Guarani três vezes.

Grêmio e Cruzeiro duas.

E Sport, Fluminense, Botafogo, Santos e São Caetano uma vez cada.

Chama atenção o tri do Guarani e a ausência de títulos do Flamengo.

O levantamento foi feito pelo ombusdman informal do blog do Juca Kfouri, Conrado Giacomini. 

anúncio de aposentadoria



nossa amiga ana paula deixará os gramados. ela que atualmente apita algum tipo de segunda divisão (acho que do paulista) vai "quit the job" pra participar do reality "a fazenda 2". verdadeira lenda da arbitragem brasileira, teve a brilhante e respeitável carreira de "assistente" interrompida e lançada ao ostracismo depois de um ousado ensaio para a "playboy" (fotos).

terça-feira, 27 de outubro de 2009

as calças

o técnico da seleção sub-17 se chama lucho nizzo.
pergunta: o que o lucho é do lôchas?

Será mesmo?


Ricardo Teixeira descarta volta do 'mata-mata' no Brasileirão

Cristiano Martins
Em Nova Lima (MG)

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira, descartou a possibilidade de alterar a atual fórmula de disputa do Campeonato Brasileiro, por pontos corridos, e voltar a adotar o sistema "mata-mata" (eliminatório), como estaria nos planos da TV Globo, detentora dos direitos de transmissão da competição.

"O campeonato é espetacular. Você acha que eu vou voltar para o mata-mata?", indagou Teixeira durante participação no evento BH Copa 2014 - Desafios e Oportunidades para Minas Gerais, promovido pela Fundação Dom Cabral em parceria com o governo de Minas, a Prefeitura de Belo Horizonte e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A fórmula por pontos corridos passou a ser utilizada no Brasileirão a partir de 2003. Anteriormente, era adotado o "mata-mata" na fase final da principal competição do País, em jogos de ida e volta. Apenas duas equipes chegavam à final para se decidir o campeão brasileiro.

Segundo Ricardo Teixeira, o Brasileirão não deixou de ter emoção pelo fato de não haver mais final desde que passou a ser disputado por pontos corridos. O dirigente acredita a competição tem mostrado, na prática, que a escolha da fórmula foi acertada.

"Acredito que hoje se a gente tiver três ou quatro, no máximo, que não têm nada mais a fazer no campeonato é muito. Temos ai, no mínimo, cinco brigando pelo primeiro posto, mais uns outros três brigando pela possibilidade de chegar ali no grupo dos quatro. Tem lá atrás seis brigando para não cair. É um campeonato de altíssimo interesse, o que demonstra que realmente a gente acertou na fórmula", acrescentou o dirigente.

Em tom descontraído, Ricardo Teixeira manifestou torcida por Atlético-MG e Flamengo na briga pelo título brasileiro. "Eu posso falar como torcedor: Galo ou Flamengo. Mas não sei, tem grandes equipes ai", afirmou o presidente da CBF.

parabéns, d*nga

alexandre pato fez dois gols pelo milan sobre o real madrid no santiago bernabeu.
o incrível hulk fez dois gols pelo porto sobre o apoel (do chipre) em portugal.
então o d*nga convocou o hulk pra seleção brazileira e esnobou o pato. questão de gosto.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

o factor barueras



neste momento de expectativa & indefinição,
ouso te dizer que o futuro deste brazileiro-2009
repousa nos pés do time do grêmio barueri.

confira aqui os próximos compromissos do barueras:

32a rodada, 28/10, recebe o flamengo
33a rodada, 31/10, pega o são paulo no morumbas
34a rodada, 08/11, recebe o internacional
35a rodada, 14/11, recebe o foguito (huahuahua)

Campanha do presidente

O gol mais bonito do ano foi de um treinador



O autor do golaço é Dragan Stojkovic, aquele que defendeu a Iugoslávia durante anos e anos, hoje é treinador no Japão.
Detalhe para a roupa do japa (da marca Finta - fabricante de material esportivo do campeão brasileiro de 1989).

perguntinha

o assunto é cobrança de pênalti:

qual a diferença entre o passo para a frente do bruno zousa no engenhão e do rogério ceni no maracanã?

Abre o olho, porcalhada!

Como sempre, bom demais, o Duke, hoje no Super Notícia

quem é que vai pagar por isso?

do globoesporte.com


Botafogo presta queixa contra fla por cadeiras e banheiros quebrados

Cadeiras quebradas e banheiros completamente destruídos. Este foi o saldo que a diretoria do Botafogo contabilizou após o clássico contra flamengo, na noite deste domingo, no estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão. Duas horas depois do apito final, a reportagem teve acesso ao local no Setor Sul e registrou todo o ato de vandalismo cometido por torcedores rubro-negros.
Nos três banheiros, a destruição e a sujeira eram grandes. Tampas de vaso arrancadas, espelhos quebrados e urina pelo chão chamavam a atenção de quem entrava no local. Funcionários do Engenhão não tinham noção do prejuízo do Alvinegro após a partida. Segundo eles, apenas o setor de patrimônio poderia passar os valores corretamente.
Na arquibancada, o visual não era diferente. Cadeiras arrancadas, amassadas e muita sujeira por todos os lados. A projeção é de que foram destruídos de 70 a 100 assentos. Pelos cálculos da diretoria, cada modelo custa cerca de R$ 60. Com isso, o prejuízo pelos atos de vandalismo no setor chegaria a cerca de R$ 6 mil.
Logo após a descoberta da destruição, dirigentes alvinegros foram ao Juizado Especial Criminal (Jecrim), localizado no sexto andar do Engenhão, e registraram a ocorrência. A expectativa é que a diretoria do Flamengo seja responsabilizada pelo incidente.

*****************************
comentário de um alvinegro:
"o problema não é o Engenhão, é a torcida do flamengo, a única torcida a fazer arrastões nas cadeiras azuis do Maracanã. A única que teve morte em jogo de jogo de apenas uma torcida, também no Maracanã. Enquanto a PM, a imprensa e as autoridades não pararem a protegê-los, será sempre isso"

em tempo: algum meio de comunicação carioca terá coragem em revelar o real motivo da briga das facções, digo, torcidas organizadas do flamengo?

Os clubes com maior público em cada edição do Brasileiro

O Flamengo tem 11 títulos de maior média de público, seguido por Atlético-MG (9), Corinthians (5), Bahia (3), Inter (2), Fluminense (2), Cruzeiro (2), Palmeiras (1), Vasco (1) e Grêmio (1). O clube rubro-negro é o atual bicampeão. São apenas 10 clubes que já tiveram essa honra.

1971 - Não há dados
1972 - Corinthians - 40.719
1973 - Flamengo - 33.660
1974 - Vasco - 36.619
1975 - Inter - 51.962
1976 - Corinthians - 47.729
1977 - Atlético-MG - 55.664
1978 - Palmeiras - 31.359
1979 - Inter - 46.491
1980 - Flamengo - 66.507 - recorde
1981 - Flamengo - 43.614
1982 - Flamengo - 62.436
1983 - Flamengo - 59.332
1984 - Flamengo - 38.543
1985 - Bahia - 41.497
1986 - Bahia - 46.291
1987 - Flamengo - 47.610
1988 - Bahia - 35.537
1989 - Flamengo - 21.300
1990 - Atlético-MG - 26.748
1991 - Atlético-MG -26.763
1992 - Flamengo - 42.922
1993 - Corinthians - 37.330
1994 - Atlético-MG - 22.673
1995 - Atlético-MG - 21.072
1996 - Atlético-MG - 25.449
1997 - Atlético-MG - 23.342
1998 - Cruzeiro - 28.384
1999 - Atlético-MG - 42.322
2000 - Fluminense - 20.219
2001 - Atlético-MG - 30.679
2002 - Fluminense - 25.666
2003 - Cruzeiro - 26.366
2004 - Corinthians - 13.547
2005 - Corinthians - 27.330
2006 - Grêmio - 25.630
2007 - Flamengo - 39.221
2008 - Flamengo - 40.694

Curiosidades:

O maior público da história do Brasileiro - 155.523 - Flamengo 3 x 0 Santos - 29/05/1983
O menor público - 55 - Juventude 2 x 1 Portuguesa - 3/12/1997

Fonte: Revista Placar

por que os urubus não invadiram o engenhão

do lancenet!

Torcidas de Botafogo e Flamengo brigam após clássico

A tônica do clássico entre Botafogo e Flamengo, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro, fora de campo, foi a confusão envolvendo torcidas e policias antes, durante e depois do jogo. Após o apito final, com a vitória rubro-negra, um grupo de torcedores flamenguistas dirigiu-se da Ala Sul até a Norte, local de saída dos botafoguenses para provocá-los. Houve confronto entre os dois conjuntos de tocedores, que somavam cerca de 50 pessoas, durante aproximadamente cinco minutos, quando a polícia chegou ao local e debelou o tumulto.

Durante a partida, dentro do Engenhão, duas facções organizadas da torcida do Flamengo estranharam-se no setor Sul e tiveram que ser separadas por um cordão de isolamento feito por policiais.Antes do clássico, houve diversos focos de confusão, particularmente na escolta das duas organizadas rubro-negras. Houve depredação na estação de trem do Engenho de Dentro, uso de gás de pimenta e gás lacrimogênio, da Cavalaria policial, interdição por diversas vezes da Rua Arquias Cordeiro e tiros para o alto.

Nos confrontos, ao menos um torcedor foi encaminhado a um hospital devido a ferimentos derivados de um artefato explosivo e um policial foi levado a um posto médico ferido.

**************************************************************

que a torcida do Botafogo não iria ao jogo, todos estávamos cansados de saber - duas derrotas em cinco dias, zona de rebaixamento, rival embalado, traumas recentes etc etc.

mas os ingressos mais caros, de ambos os setores, foram os que encalharam na bilheteria.

apesar, de curiosamente, esse clássico ter sido a maior bilheteria da história do Engenhão:
R$ 656.242,00, quantia superior inclusive ao jogo de inauguração entre Botafogo e fluminense.

então, eis o mistério:

ora, por que os mais abastados rubro-negros, após vitória em cima do líder palmeiras e tendo um freguês desesperado como rival, não quiseram se arriscar em levar o filhinho e o vovô ao engenhão?

arrisco uma hipótese:

por que, ao contrário do maracanã (onde sabem exatamente onde se posicionar sem correr risco), a turma endinheirada ainda não sabe decodificar o novo estádio - muito menos os seus acessos (da zona sul ao engenhão, sem trânsito, são 45 minutos de táxi).

e desconfio que os rubro-negros abastados tiveram medo de se misturar com a parte mais digamos "aguerrida" da nassão - medo, como percebe-se pela notícia, plenamente justificado.

será que isso mudará para 2010?

domingo, 25 de outubro de 2009

Forca

Complete

"É com muita satisfação que irei assumir o ________. É um clube grande, de tradição, e quero fazer o melhor para o grupo. Pela primeira vez vou treinar um time do ___ __ _________ e espero conquistar ótimos resultados."

Frase dita por um dos maiores enganadores do futebol.

o melhor técnico em atividade no brazil


acho que já explanei por aqui a minha convicção que técnico bom, bom mesmo, é o que pega time ruim e faz os caras acreditarem que jogam bola.

foi isso que cuca fez em 2007 com o Botafogo, mas depois se apagou (o time e o técnico).

mas tem um nome que, também em 2007, assumiu um time bem limitado e o levou às alturas - falo de celso roth, à época técnico do vasco.

pois bem: roth repetiu a façanha em 2008, à frente de um grêmio que, antes do campeonato, era apontado como candidato a rebaixamento.

pois bem novamente: roth promove novo bis de sua façanha em 2009, à frente de um galo que, antes do campeonato, era apontado como candidato a rebaixamento.

o Galo pode perder os sete jogos restantes e ficar conhecido como o cavalo paraguayo de 2009.

não importa.

roth, pelo terceiro ano consecutivo, conseguiu um terceiro milagre.

não é pouco - comparem, por exemplo, com o que o luxemburgo conseguiu no mesmo período (e com muito mais salário no banco e no gramado).

e, também é forçoso admitir, andrade é o técnico-revelação do certame.

a luta continua

a vitória de hoje foi diferente das anteriores. sem magia, sem poesia. sofrida.
nada há a ser comemorado. quarta-feira tem barueras em barueras. sem pet.
qualquer outro resultado que não a vitória será brutal.
o importante é manter-se vivo. como diria o john travolta, staying alive.

Que domingo chato! Volta mata-mata!

http://blogdojuca.blog.uol.com.br/arch2009-10-25_2009-10-31.html#2009_10-25_17_57_42-9991446-0

Back to the game


Mãe Dinah?

Botafogo x Flamengo

"Esse jogo tá com uma cara de chororô"

Zelão, logo após o Fluminense levar o segundo gol do Goiás

da arte de tirar da reta

"Assim como não fui eu que coloquei o Fluminense nesta situação sozinho, não serei eu que vou tirá-lo de lá sozinho"
(fred, artilheiro tricolor e surfista amador)

vódega com limão

no maior clássico do futebol moscovita,
o moscou acaba de meter 3 x 1 no cska.
como se percebe, a kartolagem do cska acertou em cheio ao demitir o zico. estão de parabéns.
(ps.: "futebol russo só aqui na espn!")

Musa do domingo

Juliana Barone

Bandeira mais sortuda do mundo


The Luckiest Soccer Flag in the World - Watch more Funny Videos

sábado, 24 de outubro de 2009

Conta errada

Não adiantaram os apelos nas entrevistas, campanha pela TV, internet, faixas, panfletos, apelos, intimações judiciais, intimidações, ameaças de morte. O Maraca não lotou.
O Vascaiu conseguiu levar 42 mil pagantes para o crássico com o Baêa. Bem abaixo dos 82 mil anunciados.
Mas valeu pela festa. O Vascaiu está de volta à elite!
Outras torcidas também vão comemorar bastante, ano que vem.

a decepção do pai

campeonato mundial sub-17 na nigéria.
o brazil acaba de vencer o japón na c*gada, com golzinho miserável aos 44 do segundo tempo.
o que me chamou a atenção no pálido escrete pátrio foi a presença de um rapaz chamado romário.
romário é atleta do vitória da bahia.
romário joga de... lateral-direito. sim. este romário é lateral.
pelo nome, percebe-se que o pai tinha outros planos para o rebento...

Gritos de guerra refinados

Lendo uma reportagem da versão brasileira da revista FourFourTwo sobre o clássico de maior rivalidade no Irã, entre os azuis do Esteghlal e os vermelhos do Persepolis, descobri que a torcida brasileira tem muito o que aprender com os ensandecidos frequentadores do estádio Azadi, que abrigou 95 mil espectadores no último episódio do clássico. São muçulmanos fanáticos que chegam ao estádio às 5h30 da matina para comprar ingressos, vendidos só no dia da peleja, e já ocupam seus lugares nas arquibancadas, mais de oito horas antes do início do confronto.

Abaixo estão algumas pérolas cantadas e gritadas em coro na arena, segundo a matéria:
"Que suas bolas fiquem presas num nó"
"Eu peido em seus olhos" - minha preferida
"Espero que você chore pelo resto da sua vida"
"Meus pêlos pubianos em seu nariz"
"Posso enxugar meu gozo no seu cabelo"
"Eu urino em seu bigode"
"Eu urino em sua cabeça até fazer espuma"
"Meu cocô é sua geléia"
"Que você seja enfiado na bunda de um mulá" - o que é mulá?
"Meus testículos na sua mão"
"Enfia o cano enferrujado de um caminhão pipa de 18 rodas na bunda do juiz"
"O pau dos torcedores do Esteghlal na mãe de Nikbakht" - em homenagem a Alireza Nikbakht, que teve a infeliz ideia de trocar o time dos azuis pelo dos vermelhos
"Esteghlal só ganha títulos dando a bunda"

Na comparação entre as torcidas brasileira e iraniana, não passamos de dentes de leite.

batalha entre lusos

de José Mourinho, sobre o atual clube de Carlos Alberto:

- depois de passar por São Paulo e Botafogo, não sei onde ele joga.

do Comendador Ramos, ao tomar conhecimento da desfeita, na mesma moeda:

- não sei quem é José Mourinho. que time ele treina?

vandemburgo luxerley & as mulheres

o treinador do santos futebol clube faz pouco do time feminino do santos.
o time feminino do santos tem marta & cristiane.
o time feminino do santos ganhou a libertas-2009 for women.
o time masculino do santos...
"Futebol feminino é carta marcada, todo mundo sabia que o Santos ia ganhar. A diferença é muito grande, é um marco na América do Sul, que desenvolveu o futebol feminino. Não dá para comparar nada, o Brasil está muito acima, mas a nível mundial é outra história. Só deixou o campo um pouco mais estragado, mas tudo bem."
(vandemburgo, the ladies' man)
http://esportes.terra.com.br/futebol/brasileiro/2009/interna/0,,OI4059892-EI13759,00-Luxemburgo+diz+que+mulheres+estragaram+gramado+da+Vila+Belmiro.html

Nordestinos à beira do colapso

Tava olhando aqui a tabela da segunda divisão, para saber mais ou menos como será o caminho de volta do Flu no ano que vem - acho que será tranquilo, ainda mais se não cair nenhum outro time grande. Mas o que mais me surpreendeu é que, se acabasse hoje a Série B 2009, teríamos QUATRO times do Nordeste rebaixados (Bahia, Fortaleza, ABC e Campinense). O primeiro fora da zona de degola para a terceirona também é nordestino (América de Natal). O consolo é que o outro nordestino da Série B, o Ceará, caminha a passos largos para subir. E a segundona em 2010 também deverá ter a dupla Sport-Náutico, pelo andar da carruagem.

Menos times do Nordeste é ruim para a renda dos clubes também. Se caírem quatro times da Região, serão quatro estádios lotados a menos na segundona para o Fluzão jogar. Nem fico feliz com isso. Vou torcer para acontecer um milagre e pelo menos alguns desses times escaparem.

a respeito do rubinho

"Para não se sentir enganado, porque isso é assinar recibo de trouxa, (o torcedor) direciona toda sua ira ao pobre do piloto.
Afinal, se a Globo disse que ele ia ganhar e ser campeão, e ele não ganhou e nem vai ser campeão, a culpa deve ser de alguém.
Provavelmente dele."
(flávio gomes, jornalista)
http://espnbrasil.terra.com.br/flaviogomes/noticia/82424_A+TV+E+BARRICHELLO

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

flavoritismo absoluto (II)

agora vamos comprovar o flavoritismo, corroborado hoje por meio de colunistas isentos como renato maurício prado em o globo, com base no atual momento dos jogadores dos dois elencos do "clássico do ano", segundo os periódicos especializados.

(the beat e outros 3.423 rubro-negros do cbet podem e devem fazer as eventuais correções na escalação urubu que, thanx god, não me é tão familiar quanto para outros frequentadores deste nobre espaço)

bruno zousa < jefferson

léo moura > alessandro

álvaro (fabrício) = juninho

aírton >> emerson

toró > wellington

maldonado > leandro guerreiro

lenon (fierro) = diego (fahel)

pet >>> lúcio flávio

zé roberto = jobson

adriano >>> andré lima

denis marques < reinaldo

***

andrade > estevam soares


placar final: 7 (fla), 2 (fogo), 3 (empate)

depreende-se, portanto, que qualquer resultado que não seja a vitória, e com folga, do flamengo será uma surpresa para os especialistas em futebol.

mas...

amigos & parceiros

carlos alberto barreira anunciou que assumirá a seleção sulafrikana.
então eles fazem assim:
o barreira tenta consertar as besteiras do joel na afrika
que o joel tentará consertar as besteiras do barreira nas laranjeiras!
(funziona porque assim nenhum deles fica sem emprego)

Com medo da flamengada


Colaboração: Zelão

a ética segundo cuca

o cuca, com aquela cara dele de b*ndão,
ficou magoado com joel se oferecendo para assumir as laranjeiras.
engrazado: esquece-se, cuca, de ele mesmo ter se oferecido ao são paulo,
ainda no primeiro turno deste certame, quando treinava o flamengo
e via que muricy estava pra cair.

porque alguns vascaínos odeiam o fogão (I)

do globoesporte.com

Adriano e Pet dizem que rivalidade do flamengo com o Botafogo é maior do que a com o vasco

-Acompanhei essa rivalidade recente. Acho até que atualmente ela é maior com o Botafogo do que com o vasco. As pessoas têm essa emoção mais forte, disse Adriano.

Petkovic, um dos principais responsáveis pelo tricampeonato do flamengo em cima do vasco em 2001, concorda e lembra:

- Os dois times estão sempre se enfrentando nas finais.


se fla e botafogo têm a maior rivalidade, a quem pertence o vice?

Mais de 27.000 ingressos vendidos

Parece que o Vazião vai encher.

Ruim, vai encher de flamenguistas.

Pior, a imensa torcida do Botafogo tem medo da mulambada.

Caso o Botafogo conquiste o triunfo será por pura sorte. Nenhum botafoguense acredita na vitória. O grande e competente técnico Estevam Soares disse que o Flamengo está jogando por música, enquanto o Botafogo luta para encontrar uma formação ideal. Isso é o que se chama de injeção de ânimo nos jogadores e na torcida.

Perder para o Flamengo é péssimo, perder dentro de casa num estádio que tem o apelido de Vazião tomado pelo Império do Mal vai ser o maior vexame do campeonato.

Nas sete batalhas seguintes, sugiro jogar a vida nos quatro primeiros jogos, se deixar para decidir nos últimos três a Série B em 2010 vira realidade.

Botafogo x Náutico
Inter x Botafogo
Botafogo x Coritiba
Barueri x Botafogo
Botafogo x São Paulo
Atlético-PR x Botafogo
Botafogo x Palmeiras

A guerra faz muito torcedor chorar.

Feliz Natal!


A torcida pediu e Joel Santana vem aí!

Quem diria: o cara estava a um passo de participar de uma Copa do Mundo...

E agora vai dirigir o fluzinho na segunda divisão...

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

joel quer ver o cuca ir

e o natalino, hein?

"faltam oito rodadas? o time do fluminense é bom. tem luiz alberto, fred, o conca, o diguinho... se a torcida comprar o barulho comigo, eu vou. eu sou iluminado: quando chegar ao rio, as coisas vão começar a acontecer pra mim"

nunca antes na história deste futebol um técnico se ofereceu tão escancaradamente para derrubar um colega.

novos esportes para o rio 2016*

e aí, em qual destes o brazil teria boas chances de medalha?

110 metros com barreira policial

lançamento de cadáveres

puta livre e puta greco romana

arremesso do flu

levantamento de verba

fuzilamento 4 por 100 reais

travecatlon

nado estilo créu

mil metros livres com bope

arremesso de celular no presídio

revezamento de tiro e facada

arrastão sincronizado

tiro sem alvo

assaltos ornamentais

revezamento 38 por 45 mm

* sugerido pelos ouvintes do garagem, programa de rádio supimpa na web

Denúncia


Roberto "Cérebro" e Marcelo "Pinky" foram vistos a cochichar e a dar risadinhas em frente a um computador da redação do maior periódico brasiliense. Faziam caras de que tramam algo. Vem bomba por aí.

Troca de nome

Sou radicalmete contra a mudança na fórmula de disputa do Brasileirão, mas poderiam estudar a troca do nome da fórmula. Pelo desempenho do líder Palmeiras, ao invés de pontos corridos, pontos parados.

Mais um ano glorioso?

Nem o Presidente acredita em milagre. O Fluminense está morto e ponto final.
-------------------------------------------------------------------------------
Vamos a quem ainda respira com ajuda de aparelhos: o Botafogo.

O ano depende de 8 batalhas para salvar a guerra:

Botafogo x Flamengo
Botafogo x Náutico
Inter x Botafogo
Botafogo x Coritiba
Barueri x Botafogo
Botafogo x São Paulo
Atlético-PR x Botafogo
Botafogo x Palmeiras


Acho melhor os botafoguenses começarem a rezar com muita fé e nada de chororô.

flavoritismo absoluto

fator márcio braga, dirigente mandando sua torcida comprar ingresso no setor reservado ao adversário, uma campanha de recuperação impecável, comunhão entre comissão técnica e jogadores, a ressurreição de pet, imperador de bem com a vida, identificação do treinador com a torcida, zé roberto celebrando na mídia a boa fase, duas derrotas consecutivas do adversário, que está novamente à zona de rebaixamento...

"o flamengo está jogando por música. nosso time luta para encontrar uma formação ideal", reconheceu estevam soares.

"a torcida do flamengo é mais apaixonada, cobra mesmo. Mas tem o lado bom que são os elogios e a euforia", enalteceu zé roberto.

nunca antes na história deste confronto o fla foi tão favorito como no próximo domingo.

flamengo: can we get there from here?

os amigos me permitam um momento ou dois, que me espicharei a respeito do clube de regatas do flamengo, de sua soberba e dos seis pontos que (hoje) o separam do líder do kampeonato brazileiro-2009. seis pontos podem ser três no domingo.
ao enfileirar quatro jogos & apenas um uniko ponto ganho, o palmeiras permite que até mesmo o flamengo tenha chances matemáticas-e-técnicas de pensar em título nacional. meu assombro aqui é porque o quinto lugar do flamengo, teorikamente, daria pouco peso para um sonho desses. são apenas oito jogos pro certame fechar - sete pro palmeiras. fala-se de flamengo, a esta altura, menos por essa localização pouco privilegiada e mais por sua recente boa fase de vitórias & exibições convicentes.
o diabo é que esse não é um duelo flamengo vs palmeiras apenas. no meio dos dois postulantes, encontramos o atletico mineiro e o internacional, que não encantam ninguém, bem verdade, mas que estão ali no pelotão da frente há meses e meses. mesmo que tenham tido recentes resultados ruins, ambos mostram, no mínimo, regularidade - algo que pode ser definido como o oposto do fla ao longo da competição. e também temos ali na disputa o são paulo - que encanta menos ainda, mas que é bem mais calejado nessa brinkadeira do que todos os demais (três títulos em três anos, sabemos).
uma coisa é tirar seis pontos de diferença de um time para outro. bem diferente é tirar esses seis pontos e ainda se manter mais regular que outros três.
o certo é que esse momento de "vamos mengão, vamos mengão" certamente inflama a torcida, mas pode também inflamar o ego. seria a hora do salto alto, da soberba, de achar que é o f*da. tão importante quanto meter pet no time (alguem sente falta de kleberson?) e manter andrade com moral, foi a atitude do presidente interino delair dumbrovsk de forçar a demissão de kleber leite. esse imbecil, em momentos assim, adorava falar besteira pros microfones e fazer joguinhos de bastidores entre os reporteres chegados. na falta de kleber, braga está sozinho nesta luta. e já fez das suas. o que levantou o ponto soberba para o debate.
mas, pelo que sinto da gávea hoje, braga não se intromete mais como fazia antes. mesmo assim é fundamental neste momento deixa-lo vigiado pela assessoria de imprensa. vinte e quatro horas. e andrade, sabemos, não é de fazer festinha. pet está numa fase cool invejável. e a presença de p*tos velhos como ronaldo angelim, maldonado e mesmo o imperatore adriano me permite crer que esse espírito braguense não entrará em campo.
a ver os ultimos resultados do time: nem o empate com o vitoria, nem o empate com o inter foram causados por esse tipo de troço. nem mesmo a última derrota - pro hawaii, nosso pior momento - teve origem próxima a isso. aquele era um time de juniores.
o ponto é: flamengo não pode perder.
e o resto, o resultado dos outros, tem que se encaixar numa onda de acaso. mas primeiro e definitivo: não perder.
os próximos trës jogos são fundamentais e os trës precisam ser ganhos:
ganhar do botafogo no engenhas, ganhar do barueras em são paulo e ganhar do santos no marakas.
é isso. nove pontos fundamentais.
para só então poder fazer uma finalíssima com o atlético mineiro no mineirão. este é O jogo.
em seguida, o fla pega o nautiko praticamente rebaixado em recife, o goyas praticamente alijado no rio, o desencanado corinthians no pakaembas e o sempre hostil gremio no marakas. desses quatro compromissos, corinthians e gremio são os mais cascudos, são jogos interessantíssimos. mas é preciso manter-se vivo, bem vivo, até lá.

Se fosse mata-mata

Se o campeonato deste ano fosse disputado no tipo mata-mata, hoje teríamos o seguinte cenário:

* Daqui a umas duas rodadas os quatro ou cinco primeiros estariam escalando reservas em seus jogos, despreocupados que estariam com o restante da fase de classificação - já que a meta seria chegar apenas entre os oito e ficar um, dois ou dez pontos à frente de outro time não faria muita diferença.

* Corintianos, botafoguenses, tricolores, gremistas, cruzeirenses estariam de cabelo em pé imaginando como fariam para pagar dois meses de salários para verem seus atletas ficarem treinando enquanto oito times (por duas semanas), quatro times (por mais duas) e mais dois (por mais outras duas) seriam os únicos representantes da atividade futebolística no Brasil. Férias no final de outubro para todo mundo! Isso é progresso!

* Com uma quantidade enorme de jogos que não valeriam nada daqui para a frente, e com o preço alto dos ingressos, certamente os torcedores não dariam bola para os jogos das rodadas finais e economizariam para ver os jogos da fase final, quando encheriam Morumbi, Maracanã, Beira-rio e Mineirão. Só que eu pergunto: hoje em dia esses estádios já não ficam lotados em várias partidas da primeira fase, até a rodada final? Não tem emoção?

Repito: nunca vi ninguém reclamar lá na Europa da fórmula do campeonato italiano, do espanhol, do inglês, do alemão. Até o vendedor de bandeirinhas sabe que o ponto corrido é a melhor fórmula.

quem vai ser campeão desta p*rra?

parmêra: o grande líder do campionato fez quatro partidas patéticas e patina no brejo. na boa, se nenhum dos adversários acordar para tomar o caneco do horrível time muricento será uma vergonha para o próprio fut brasileiro.

são paulo outro que não está com nada. jogadores sonolentos. técnico sem ousadia e b*ndão. a única alteração "tática" que consegue fazer é trocar borges por washington e vice-versa. detalhe: nenhum dos dois tá jogando nada.

internacional o time dos craques sem brio. não convence nem a própria torcida. graças à incompetência dos adversários, inacreditavelmente figura no g4 e, vejam só, disputa o título.

atlético-mg esse ninguém acreditava. mas roth faz um trabalho consistente e tem jogadores em ótima fase. boa aposta.

flamengo grande surpresa da fase final, vem jogando fut diferenciado e tem pet, o renascido dos infernos, comendo a bola. além disso, vale destacar o humilde andrade, revelação da prancheta e da psicologia de boleiros. tem que lutar contra a energia negativa e a zica de márcio braga, que cisma em dar entrevistas.

um campionato "históóóórico, "melhoooor campeonato brasileiro dos últimos tempos"

façam suas apostas, porque virou um samba do afrodescendente doido e tudo é possível com oito rodadas para o fim do certame.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

duas frentes

incrível. na mesma noite, no mesmo momento,
o botafogo conseguiu perder pro cerro porteño na taça sulamerikana
y voltar pra zona de rebaixamento no kampeonato brazileiro!
(essa é pra poucos)

Comentário abalizado II

"Esse Seedorf tá velho."
Mais uma do Zelão, no início da partida Milan x Real Madri

Comentário abalizado

"Esse Pato só joga no Playstation."
Do nosso Zelão, no início da partida Milan x Real Madri

Breaking news do Enem - Exclusivo!

Em um esforço de reportagem, equipe do CBET teve acesso exclusivo a questões da prova roubada do Enem e concluiu que, pela facilidade o exame nacional deveria ser anulado antes, pois até criança sabe as respostas dessa parte abaixo:

1- Qual desses times está há mais tempo sem participar da Copa Libertadores?
a) atlético/MG b) Fluminense c) Santo André d) Paulista

2- Qual desses times não possui nem um título na Copa do Brasil?
a) Paulista b) Santo André c) atlético/MG d) Juventude

3- Qual desses times nunca chegou às finais da Copa do Brasil?
a) Brasiliense b) Ceará c) Figueirense d) atlético/MG

4- Qual desses times nunca se classificou para a semifinal da Libertadores?
a) Barcelona Sporting Club (URU) b) Unión Española c) atlético/MG d) Paysandu

5- Qual desses times só ganhou 1 vez o campeonato mineiro no século XXI?
a) Caldense b) América c) atlético/MG d) Todas as alternativas estão corretas

6- Qual foi o último time mineiro a conquistar a 2ª divisão do Campeonato Brasileiro?
a) Uberlândia b) atlético/MG c) América d) Villa Nova

7- Qual desses times tem o recorde de menor público do Mineirão? (489, contra o Democrata em 1999)
a) atlético/MG b) Tupi FC c) Villa Nova d) América/MG

8- Qual desses clubes já perdeu uma final pro Rosário Central? (podendo perder o jogo por até 3 gols de diferença)
a) Náutico b) Tuna Luso c) atlético/MG d) XV de Jaú e) Marcílio Dias

9- Qual desses times já foi rebaixado no brasileirão?
a) Figueirense b) atlético/MG c) América/MG d) Tuna Luso e) Todos

10- Em qual desses times, Renato Gaúcho não ganhou título?
a) Flamengo b) Cruzeiro c) Fluminese d) atlético/MG

O retorno de Marques

Após Pet, Adriano, Ronalducho, Ricardinho, agora é a vez de Marques reivindicar um lugar à sombra no Brasileirão.

Afastado dos gramados há quase um ano, Marques não vê a hora de voltar a vestir a camisa do Patético Mineiro. Quer formar dupla de ataque com Diego Tardelli.

Marques passou por cirurgia para corrigir uma lesão na cartilagem do joelho direito em janeiro deste ano. Treina com a equipe há quase dois meses. Para o jogador, vontade para voltar a jogar é o que não falta.

"Eu estou pronto e à disposição do treinador. Se ele precisar da minha presença, com certeza, estarei com bastante força e vontade para participar bem e ajudar o time. Depois de tanto tempo sem jogar, é uma hora que eu estou muito a fim de colaborar de alguma forma."

Está no Wikipedia

http://pt.wikipedia.org/wiki/Flagay

Sem mais.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Enquanto isso, na Liga dos Campeões...




RUBINHO CASÃO 2








BARCELONA 1

Tardia homenagem

capa_19102009000325

Márcio Braga mete medo

O presidente do Flamengo é um cara que mete medo mesmo. Poxa, depois das declarações dele de hoje, não vale a pena nem continuar disputando o campeonato. A festa do hexa está pronta:

"O Flamengo vai ganhar do Botafogo domingo, e estamos acostumados a ganhar do Atlético-MG no Mineirão. Deixaram chegar, agora complicou para os adversários"

Ano passado ele disse que a festa do hexa estava pronta. E tinha razão! Como duvidar de um homem desses?

Um ex-flamenguista

Ronaldo nunca escondeu a sua paixão pelo Flamengo. Pelo contrário. Enquanto brilhava na Europa sempre falou com carinho do clube da Gávea. Naquela época, porém, o Corinthians ainda não existia na vida do atacante. Perto de completar um ano no Parque São Jorge, o Fenômeno já não sente mais tanta “atração” pelo Rubro-Negro. E mais: planeja encerrar sua carreira com a camisa alvinegra.

"Jogar no Flamengo é um sonho que eu tinha e já acabou. O amor que eu sempre tive pelo Flamengo está completamente de lado. Sou corintiano agora e vou encerrar minha carreira aqui", declarou, nesta terça-feira (20/10).

kamikaze


segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Cbet não tem nenhum gênio?

Quem disse que o Dunga ia deixar o Brasil fora da Copa?

Quem disse que o Rubens Barrichello estava no fim da carreira?

Quem disse que o Barueri iria ser rebaixado?

Quem disse que o Vasco não voltaria para a Série A?

Quem disse que o Obina não faria nenhum gol?

Quem disse que o Campinense era time?

Quem disse que o Inter era o melhor time do país?

Quem disse que o Nelsinho Piquet era piloto de fórmula-1?

Podia ser o Dunga...

Parreira já se candidata:

- Há um indício muito forte de que eles querem manter a escola brasileira, que se adaptou perfeitamente ao futebol sul-africano. Existe essa possibilidade de que haja um convite. Eu estaria propenso a analisar se por acaso isso acontecer – disse Parreira.

"Escola brasileira"? Joel Santana e Parreira?

breaking news do cartoon network: os (vice)campeões da animação!


As aventuras de Zelão & Comendador (parte V-I-C-E):

- Nós vamos dominar o cbet e lá o vasco vai ser campeão de repercussão, Comendador!!

- Olha lá, Zelão, com quem a gente vai mexer...

- Que nada, vamos lá: descobri umas estatísticas, fuçei nos blogs da concorrÊncia, vou mandar ver... é hoje, você vai ver, a gente vai arrebentar!!!

- Tudo bem, mas não deixa os caras chamarem a gente de vice de novo por conta dos pênaltis do alex teixeira e do souza - pelo amor de deus, isso me tira do sério!!!

- Eles já esqueceram, Comendador! vamo lá, deixa eu te passar mais uma sugestão de post...

(em breve, novos capítulos de nossos anti-herois prediletos, que sabem como ninguém agitar um blog...)

Quem são os gênios do Cbet?

Quem disse que o Pet estava velho e não jogava nada?

Quem disse que o Andrade não era técnico?

Quem disse que o Cuca era treinador de primeira?

Quem disse que o Celso Roth não prestava?

Quem disse que o Silas iria levar o Avaí para o buraco?

Quem disse que o Estevam Soares era de primeira?

Quem disse que o Fluminense iria disputar uma vaga para Libertadores?

CLASSIFICAÇÃO HÁ UM ANO

1. Grêmio 56 pontos, 16 viórias
2. Cruzeiro 55 pontos, 18 vitórias
3. Palmeiras 55 pontos, 16 vitórias
4. São Paulo 53 pontos, 14 vitórias
5. Flamengo 52 pontos, 15 vitórias

Colaboração: Zelão


tarde demais pras laranjeiras

joel santana não é
mais treinador da seleção sulafrikana de futebol

Desses oito, ficam quatro

Repescagem européia:

Portugal x Bósnia
França x Irlanda
Ucrânia x Grécia
Rússia x Eslovênia

Eu quero que dê Bósnia, Irlanda, Grécia e tanto faz.

Mas acho que vai dar Portugal, França, Grécia e Rússia.

a imagem que vale mais do que mil palavras


alguma sugestão de legenda para essa foto tão emblemática?

domingo, 18 de outubro de 2009

Barbada

E o Cruzeiro nem precisou dos seus atacantes para ganhar do Botafogo.

a vida começa aos trinta e sete




singela homenagem pública de um rubro-negro antes descrente de dias felizes. para pedir perdão.

TELETIPOS INTERNACIONAIS DO CBET: Estádio San Siro ou Giuseppe Meazza

Em Milão, na Itália, temos dois grandes times. Que dividem o mesmo estádio. A exemplo de Flamengo e Fluminense, que têm como suas casas, seus estádios, o melhor e mais charmoso estádio do mundo, o Maracanã, Internazionale e Milan mandam seus jogos no Estádio San Siro - quando o clube de Ronaldinho Gaúcho, Dida e Pato atuam - ou simplesmente Giuseppe Meazza - quando o mandante é o time de Júlio César, Lúcio e Mancini. Ao contrário do que sugere a magnanimidade do estádio, construído em 1926, o campo onde as equipes milanesas atuam é minúsculo. Bem pequeno mesmo (105 x 68m, sem "área de escape"), talvez com dimensões semelhantes às da Vila Belmiro ou La Bombonera.

Como Inter ou Milan jogam praticamente duas vezes por semana, o gramado do San Siro (vamos chamar assim, porque, na real, as placas da cidade e todas as referências são sobre San Siro - Giuseppe Meazza foi um nome dado apenas em 1980, em homenagem ao ex-jogador da Inter, campeão do mundo em 1934 e 1938) é bastante castigado. E precisa ser trocado três ou quatro vezes por ano. Semana passada, quando estive por lá, nem as traves estavam colocadas no campo, para se ter uma idéia.

A capacidade do estádio, em meados da década de 1920, era de 35 mil pessoas. O local pertencia apenas ao Milan, na época. Até 1947, quando, por conta de um acordo, passou a ser dividido com o rival. Algo, creio, inimaginável por aqui. Alguém imagina o Morumbi sendo co-gerido pelo Corinthians?

As arquibancadas e cadeiras do estádio foram construídas em camadas. Assim, as expansões do estádio, cada uma delas, foram possíveis apenas com a construção de maiores torres de sustentação atrás das edificações. A exemplo da maioria dos estádios europeus, o San Siro tem forma de caixote. Tipo retangular (na América Latina, por exemplo, vemos muitos estádios em formato oval). Isso permite que qualquer um dos 85.700 espectadores presentes no estádio asissta ao jogo bem de perto, mesmo que estejam nos lances de arquibancada mais altos.

A última expansão do estádio - que colocou em prática aquela regrinha chata de país civilizado, de todo mundo ter de ficar sentadinho - foi feita com vistas à Copa de 1990. E só não foi maior por conta do hipódromo que fica grudado atrás do estádio - a área teria que ser comprada e destruída para a colocação das torres. Dependendo de quem é o mandante - Inter ou Milan -, a torcida adversária tem apenas um pequeno espaço reservado para si - láaaaaaaaa no alto das arquibancadas, à direita ou à esquerda. Fiquei impressionado com a proximidade do campo. Mesmo não sendo conhecido como um caldeirão (geralmente estádios com pequenas capacidade), o San Siro permite que você fique muito perto do gramado.

Em meados da década de 1950, 100 mil pessoas viram, neste local, a Itália dar uma surra de 3 x 0 no Brasil, que viria a ganhar sua primeira copa do mundo dois anos depois. A capacidade só foi "diminuir" para 80 mil como consequência da tragédia de 1985, na Bélgica, que matou uma cambada de gente na final da Liga dos Campeões entre Juventus e Liverpool, se não me engano.

Foi aqui também que Oman Biyik meteu um gol de cabeça no final do jogo de abertura da Copa de 1990, fazendo a Argentina perder para Camarões por 1 x 0. Mal sabíamos o que nos esperava pela frente. Outros seis jogos daquele Mundial também foram disputados por aqui. A semifinal da Copa de 1934, em que a Itália ganhou de 1 x 0 da Áustria, e a decisão da Liga dos Campeões de 2001 (Bayern Munique ganhou do Valencia nos pênaltis) foram outras partidas históricas jogadas em Milão.

Um jogo curioso que rolou aqui no mesmo ano foi Brasil x Combinado do Resto do Mundo, em homenagem aos 50 anos do Pelé. Perdemos de 2 x 1. E olha só a escalação do escrete comandado por Falcão: Sérgio (Ronaldo), Gil Baiano (Bismarck), Paulão, Adílson (Cléber) e Leonardo (Cássio); César Sampaio, Donizete Oliveira (Luís Henrique), Cafu e Pelé (Neto); Charles (Valdeir) e Rinaldo (Careca Bianchesi). Não à toa que o Falcão não durou muito na Seleção...

Hoje em dia, a média de público no estádio é um absurdo de grande. Em 2008 / 2009, o Milan levou, em média, 59.731 pagantes por jogo. A Inter trouxe 55.431. Isso em campeonato de ponto corrido. Não vi ninguém reclamar lá dessa fórmula de disputa. Que não tem emoção, que é chato jogar contra o Cagliari ou o Chiesa, etc. Vai entender, né?

A visita ao estádio inclui também um passeio ao museu do clube, que, como era de se esperar, traz de forma bem equilibrada os painéis entre Inter e Milan. Alguns brasileiros são citados e vistos nas fotos das conquistas dos times. Achei curioso que a menção a Ronaldo (que ficou cinco temporadas na Inter) é apenas com um livro chamado "O rei ingrato", referência à transferência do Gordo para o Real Madrid logo após o Mundial de 2002, quando ele arrebentou depois de passar dois anos se recuperando de cirurgias no joelho às custas da Inter.

Na entrada do museu, há duas estátuas de grandes jogadores dos dois times. O engraçado e de certa forma até previsível (dada a tradição defensivista do futebol italiano) é que os ídolos homenageados dos dois clubes milaneses são defensores: Baresi (jogou os mundiais de 82, 86, 90 e 94, mas ficou famoso por aqui por conta daquele pênalti cobrado em direção a Vênus na decisão do Mundial dos States) e Giuseppe Bérgomi (jogou os mundiais de 82, 86, 90 e 98). Na loja do estádio, a mesma coisa: para a esquerda, artigos da Inter. À direita, só coisas do Milan. Não sei se é a crise econômica ou preguiça mesmo, mas achei a loja meio vagabunda, ainda mais se comparada aos três andares da loja do Real Madrid no Santiago Bernabéu.

A visita ao San Siro, no geral, dura meia hora, custa 12 euros e vale muito a pena. Dá para você entrar no museu, no estádio e fotografar à vontade. Um bom programa, como sempre, ainda mais se você gosta de futebol.

Carbonizando a língua

Há alguns meses lamentava a vinda de Petcovick para o Flamengo.
Hoje vejo ele, o melhor jogador do campeonato brasileiro, fazendo mais um golaço e logo em cima do grande time do Palmeiras.
Nunca foi tão bom queimar a língua.

bueno, rubinho...

galvão bueno, 14h30: "rubinho vive um momento absolutamente mágico na prova!!!"

(barrichello pára no boxe e seu carro brocha na pista)

galvão bueno, 15h (barrichello em quarto lugar, tomando pressão do hamilton): "lá vêm vettel e button. quem sabe os dois não se encontram no caminho..."


galvão bueno, 15h30: "não vai dar, rubinho. com pneu furado, nem fazendo mágica..."

reginaldo leme, 15h31: "é, galvão, o problema agora é que o vettel já ameaça o vice do rubinho..."

galvão bueno, 15h32: "você está de parabéns, rubinho. você foi valente, liderou enquanto teve carro..."


galvão bueno, 15h45: "button desce do carro, vibra muito. e de quem é o primeiro abraço?! de quem é o primeiro abraço?! parabéns, rubinho. esse é o tipo de atitude que gostamos de ver no esporte..."

*****

aguardemos mais loas ao brioso e fraterno piloto brazileyro na próxima edição do "bem, amigos"

rubinho é o brazil em interlakes

patriamada! daniela mercury a cantar o ouvirundum
me fez ahora ter certeza: hoje é dia de rubinho!
teus risonhos lindos campos têm mais flores!

Musa do domingo

Eva Green

sábado, 17 de outubro de 2009

tardelli, o melhor

não tem pra ninguém: diego tardelli é o melhor centroavante em atividade no brazil.

afinal, ao contrário de outros igualmente em boa fase, Tardelli não tem vida mansa, não recebe bola macia.

joga em um time limitadíssimo, recheado de refugos do futebol paulista e carioca: jonilson, jorge luiz, alex bruno, tudo pereba.

mas mesmo assim Tardelli consegue fazer milagres.

com ele em campo, o galo volta a ter boas chances de conquistar uma vaga na libertadores, como demonstrou nesse sábado no morumbi.

taí um time mineiro que não se arrependeu na hora de contratar um centroavante. até porque ele não fica choramingando com saudades do antigo clube e ironizando a própria torcida.

diego tardelli e diogo souza, os craques do brazileirão!

Alegria nacional

O São Paulo perdeu mais uma, para o Atlético-MG. Alivio em todos os cantos do país. O tetra não virá. É dia de festa no Brasil. Talvez até deixem quieto essa história de mata-mata.

Chororô candango

O Botafogo-DF acaba de se sagrar vice-campeão da Segunda Divisão candanga. Perdeu de 2 a 1 para o Ceilandense. O gol do título saiu aos 47 minutos da etapa final. O empate favorecia o Botafogo de Brasília. Túlio não fez o pseudo gol de número 900.

Aguardamos um fiel relato da partida do nosso enviado especial CM.

Breaking news da Cidade Maravilhosa e Olímpica

A Secretaria de Segurança Pública do Rio informou que dois policiais morreram no helicóptero da Polícia Militar que explodiu após pouso forçado durante operação no Morro dos Macacos, em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio, neste sábado (17).

Outros dois policiais ficaram feridos com queimaduras.

Por volta das 12h, a polícia se descolou para uma outra ocorrência na favela do Jacarezinho, que fica do outro lado da linha férrea na região da Norte que abrange os bairros do Engenho Novo, Sampaio e, Jacaré: um ônibus pegou fogo. Ainda não se sabe em que circunstâncias.


Leia mais aqui



Peitando a Globo e o mata-mata?

Foda é saber quem é menos inescrupuloso - mas a manutenção de pontos corridos e mudança de horários dos jogos para 20h são medidas no mínimo coerentes. Vamos ver se o RT tem culhões ou se quer simplesmente aumentar seus milhõe$.

CBF quer mudar o horário de partidas do Brasileirão

Entidade quer atencipar as partidas das quartas-feiras para as 20h

Da Agência Estado

Com o prestígio em alta, trânsito livre no Palácio do Planalto e no Congresso Nacional, cortejado por ministros, governadores e prefeitos, o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014, Ricardo Teixeira, está disposto a enfrentar uma de suas maiores aliadas nos últimos anos, a TV Globo. Em entrevista na sede da CBF, na quinta-feira (15), o dirigente deixou clara a intenção de antecipar para as 20h o início de jogos de meio de semana do Campeonato Brasileiro de 2010.

Atualmente, em geral, partidas de maior importância começam às 21h50, nas quartas-feiras, para agradar à emissora. Teixeira vai além e propõe que eventual mudança no calendário seja analisada de forma "séria e detalhada". Ele se diz favorável à adaptação ao calendário europeu e defende o sistema de pontos corridos, desde 2003 usado no torneio nacional.

-Como presidente da CBF não posso só ficar preocupado com índice (de audiência) de TV. Tenho de ficar preocupado com o torcedor no estádio também. Não adianta fazer jogo com estádio vazio", disse Teixeira, presidente da entidade desde 1989 e que, portanto, teve 20 anos para fazer mudanças.

A relação da CBF com a emissora vive momento de crise. Ambos os lados negociam a renovação do contrato para a transmissão dos jogos da seleção e uma das hipóteses que a Agência Estado apurou é a de que a CBF faça acordos pontuais - por exemplo, um jogo por vez. A Rede Globo, por meio de sua assessoria, informou que vai seguir a decisão da CBF. A emissora também se limitou a adiantar que estudará a sugestão de adaptação do futebol local ao calendário europeu.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

o rei e seus súditos


os súditos do Rei da Área (E) fizeram questão de prestigiar o início da festa de 900 gols do maior centroavante da história de todos os Botafogos

Vice de novo

"Com esse goleirinho do Cruzeiro não vamo a lugar algum. Os vascaínos vão ter que salvar a pátria."
O sábio Zelão, antes da disputa de penalidades máximas da final do Mundial Sub-20

um pouquinho de brasil, iá iá

"Um time que consegue tomar nove gols em nove minutos, entregando o jogo descaradamente. Outro, que joga a segunda divisão no mesmo ano em que foi rebaixado da primeira – e tem quatro pênaltis marcados a seu favor em um jogo decisivo – sendo três depois dos 37 minutos do segundo tempo. E de quebra, um prefeito de 56 anos que entra em campo com a camisa 10 do time de sua cidade – neste mesmo jogo decisivo. Tudo isso aconteceu no incrível Campeonato Maranhense da segunda divisão – que terminou, ou parece que terminou, nesta quinta-feira."
Leia o resto aqui

É por isso que digo: no Maranhão, babaçu abunda!

a simple twist of fate

jenson button tem 97% de chances, li em algum lugar, de ser campeão da fórmula um em 2009.
sebastian vettel tem 1% apenas. o bravo rubens barrichello tem 2% de chances.
o que vale dizer...
o fluminense tem mais chances de jogar a primeira divisão no ano que vem do que rubinho de ser campeão.
até o flamengo tem mais chances de ser campeão brazileiro este ano do que rubinho de ser campeão.
e ouso dizer o seguinte: bem mais fácil o fluminense jogar a primeira divisão no ano que vem & o flamengo ser campeão nacional deste ano do que o rubens barrichello levar a taça.

Pelo mata-mata

Como ficamos nós, torcedores de times do RJ, sem o torneio mata-mata?
Que esperança nos acalenta quando os louros da vitória só alcançam aqueles que planejam, que se organizam, que fazem por onde?
De onde tiramos forças para suportar 38 rodadas de um campeonato nacional, uma maratona desumana para a qual não temos pernas suficientes para completá-la na frente de todos os demais times?
Me respondam, por favor!

Três salves para o Mata-Mata!!
Salve!
Salve!
Salve!

Três vivas para a Globo!
Viva!
Viva!
Viva!

O monstro que a Rede Globo quer criar

Eu sou totalmente contra. Engraçado que nunca vi ninguém pedir pra mudar o regulamento do campeonato italiano, do alemão, do espanhol ou do inglês para mata-mata. Até o vendedor de cachorro-quente sabe que esta é a melhor fórmula - para torneios nacionais.

*******

Assino embaixo (Juca Kfouri)

Mudança vai gerar retrocesso

HUMBERTO PERON
Colaboração para a Folha Online

Se aprovada a mudança de regulamento do Campeonato Brasileiro de pontos corridos para a volta do sistema com "mata-mata", o nosso futebol estará dando um gigantesco passo para trás. Não tenho dúvida de que a mudança no Nacional vai terminar com qualquer esperança de que os nossos clubes possam finalmente ter um mínimo de organização, ser viáveis economicamente e se planejar durante uma temporada.

Só interessa a mudança para clubes que sempre mascararam seus resultados por campeonatos com regulamentos absurdos que nem sempre premiaram as melhores equipes. Acho que já escrevi isso aqui neste espaço, por isso vale a pena lembrar. No Campeonato Brasileiro já tivemos distorções absurdas.

- Em sete oportunidades, nas edições de 1974, 1977, 1981, 1983, 1985, 1986 e 1992, o vice-campeão brasileiro acabou fazendo mais pontos que o clube que ficou com a taça. O pior aconteceu com o Atlético-MG, em 1978, e com o Internacional, nove anos depois, que mesmo fazendo mais pontos do que o campeão terminaram apenas na terceira colocação.

- Em uma oportunidade em que o vice-campeão brasileiro terminou o Brasileiro invicto. Foi em 1977, quando o Atlético-MG, em 21 jogos, conseguiu 17 vitórias e empatou em quatro. Na final, contra o São Paulo, o time, jogando no Mineirão, mesmo com a excelente campanha --aproveitamento de 90,4%--, não teve direito a nenhuma vantagem e acabou perdendo o título numa traumática decisão por pênaltis.

- Foi de 13 pontos a diferença entre o primeiro colocado, São Paulo, e o Santos, oitavo, na fase de classificação do Brasileiro de 2002. Nas quartas de final, o time santista, comandado por Emerson Leão, e com as revelações Diego e Robinho, eliminou o time do Morumbi com duas vitórias --3 a 1 (na Vila Belmiro) e 2 a 1 (no Morumbi). Embalado com a vitória sobre o melhor time do campeonato, o Santos eliminou o Grêmio nas semifinais e ficou com o título após bater o Corinthians.

- Apenas uma derrota teve o Corinthians na edição de 1993. Mesmo assim, não conseguiu chegar à decisão do torneio. O pior é que a única derrota do clube, que era comandado por Mário Sérgio, foi para o Vitória-BA, time que se classificou para a fase semifinal após vencer uma repescagem.

Talvez a grande contribuição do sistema de pontos corridos ao futebol brasileiro esteja no fato de que as equipes perceberam que só com planejamento podem conquistar o título do campeonato. Não existe a mínima possibilidade de um time ganhar o torneio sem ter um elenco bem formado, com suplentes de qualidade e um departamento médico e físico à altura.

Temos várias equipes que aproveitaram bem o período dos pontos corridos. São exemplos disso o Internacional, o Grêmio, o Atlético-MG e o Cruzeiro, que se reestruturaram e voltaram a ser protagonistas do nosso futebol. Também é sempre bom dizer que o torneio em pontos corridos valorizou a Série B, que se tornou muito mais atrativa quando também passou a usar o mesmo regulamento da primeira divisão, pois passou a premiar os times mais estruturados com o acesso.

O campeonato de pontos corridos também acabou com o mito que nós temos dez ou doze postulantes ao títulos. Isso acontecia de modo artificial no sistema de "mata-mata".

Também é temerário que com o nível de arbitragem que temos atualmente uma partida possa decidir um campeonato. Aí sim, um erro vai decidir um torneio. Já nos pontos corridos, na média, os erros são diluídos durante todo o campeonato.

Dizer que a fórmula não agradou ao público também é outra falácia. A média de público no torneio de 2002, último com mata-mata, foi de pouco mais de 13 mil pessoas. Atualmente a média é de quase 17 mil pessoas --mesmo com clubes sem grandes torcidas como Barueri e Santo André. É nítido o crescimento de assinaturas do pay-per-view e a TV, que dizem ser a maior interessada na mudança --isso não é verdade que já que vários clubes também pressionam para a mudança-- aumentou o valor dos direitos de compra do Campeonato Brasileiro.

Outra besteira dita é que o torcedor brasileiro adora finais. Pode até ser. Mas a sede de torneios "mata-mata" dos fãs já é saciada nos Campeonatos Estaduais, na Copa do Brasil e na Taça Libertadores. Também é um mito que os pontos corridos acabam com os times que têm poder de crescer no momento decisivo. Pelo contrário, isso só aumentou, pois agora todas as partidas valem e os jogadores e os times precisam jogar cada partida como se fosse uma decisão. Muitas vezes, uma derrota na primeira rodada faz um diferença no final do torneio.

Não podemos esquecer que a volta do "mata-mata" vai complicar ainda mais o nosso calendário já que o torneio vai precisar de mais datas. Também fica inviável uma fase de classificação tão grande com 38 jogos para cada clube. Teremos casos que muitas partidas não terão o mínimo atrativo para o torcedor.

Como sempre, alguns dos nossos dirigentes pensam muito em curto prazo. Agora, por alguns milhões de reais, vão jogar fora a oportunidade de organizarem. O torneio com "mata-mata" só serve para transformar dirigentes medíocres em heróis por algum tempo.  

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Little handless suitcase

Xadrez

Da Agência Brasil

"Os principais clubes de futebol do país vão apresentar até o fim do ano um projeto em parceria com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para aproveitar detentos que cumprem pena em regime semi-aberto, menores infratores e egressos do sistema prisional em suas estruturas administrativas. O acordo foi selado em reunião realizada hoje (15), no Supremo Tribunal Federal (STF), entre representantes da Comissão Especial de Responsabilidade Social do Clube dos 13 e o presidente do STF e do CNJ, Gilmar Mendes."

Achei a premissa equivocada. Colocar bandido em time de futebol é coisa velha. Bom mesmo seria um intercâmbio. Tipo mandar o Beira-Mar pro Mengão e o Bruno Souza pra algum presídio.