sábado, 28 de fevereiro de 2009

gordinho mete três


depois de cochilar no pop´s até as cinco da manhã e dar o perdido no treino de ontem, parece que ronalducho está com fome de bola. o kamarada causou comoção pública em presidente prudente.
meteu três gols em animado rachão.
the breaking news:
"Ronaldo marcou três gols na derrota da sua equipe, por 13 a 10, contra o time do atacante Dentinho. O treino serviu de preparação para o duelo de domingo, contra o Marília, pelo Campeonato Paulista. Ronaldo foi aplaudido pelo público. Mais de cinco mil pessoas compareceram ao treino do Corinthians levando 1kg de alimento não-perecível."

Ídolos e rivalidades


Embora tente negar, percebo no amigo CM uma contumaz sede de provocações ao Fluminense. E não é consequência apenas da (justa) vitória desta semana na Taça GB. Vem de antes, tanto aqui no CBET, como em seu blog pessoal "Fogo Eterno".

Até entendo a postura do colega alvinegro: para quem torce por um time que ficou 20 anos sem ser campeão de nada (e que nos últimos 20 também não ganhou grande coisa, só o Brasileiro de 1995), atacar o rival que nos últimos 20 anos também colecionou pouquíssimos títulos e ainda foi rebaixado pra Série C é a melhor estratégia. Mas acho que ainda falta muito "feijão com arroz" para os dois se igualarem em glórias.

O colega de blog não se cansa em exaltar - com razão - os nomes de Garrincha (já morto), Nilton Santos (muito doente), Jairzinho (por onde anda?), etc. Craques que figuram, com certeza, na imortal história do Botafogo e do futebol brasileiro. E pergunta: quem são os ídolos da história do Fluminense, aqueles que se projetaram ao estrelato a partir do clube?

Como, ao contrário do amigo, prefiro me ater aos que vi jogar (não vou falar aqui de Telê Santana, Castilho, Pinheiro, Flávio, Marcos Carneiro de Mendonça, Preguinho...), vamos a minha lista, não tão nobre quanto a alvinegra, mas...: Edinho, Gil, Branco, Ricardo Gomes, Assis, Romerito, Paulo Victor e, bem mais recente, Thiago Silva. Jogadores que deram títulos ao clube, marcaram gols ou que defenderam com honra a camisa tricolor, quase todos com passagem pela Seleção Brasileira (ou Paraguaia) - mesmo que alguns deles tenham jogado por outros clubes do país depois, como Edinho e Branco, que atuaram pelo "nefasto".

Vejam que não incluí nomes óbvios como Rivelino ou Renato Gaúcho, ídolos nas Laranjeiras, mas que já tinham feito história antes. Nem mesmo o Thiago Neves, que começou no Paraná, mas só virou destaque a partir do Fluminense. Podia ter apelado para o (Super)Ézio ou para o Magno Alves (um dos artilheiros do Brasileirão/Copa João Havelange de 2000). Para o "chinelinho" Roger ou para o marrento Carlos Alberto, que mal "esquentaram" no clube.

Nos últimos tempos, infelizmente, os jogadores mal conseguem virar ídolos de uma torcida, pois geralmente não ficam mais que três anos no mesmo clube - por isso, citar Thiago Silva, que ficou no Flu entre 2006 e 2008, já é uma gloriosa exceção. Se jogarem muito, logo vão pro exterior. Se não, são mandados embora.

O desafio, CM, agora é responder: quantos jogadores revelados nas divisões de base do seu clube nos últimos anos se destacaram a ponto de estar jogando em times de ponta da Europa ou em outros grandes clubes brasileiros? Eis a questão...

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

treze canções, uma promessa


para ver o Fogão ser campeão da Taça Guanabara, vale todo tipo de sacrifício. e eu escolhi o pior deles.

como a minha pinimba é com o ney franco e só perderemos o título se ele assim o quiser ao errar a escalação, eu fiz uma promessa.

se o Juninho levantar a taça no domingo, eu me comprometo a ouvir TODAS as treze canções que compõem o CD do treinador alvinegro e estão disponíveis para serem curtidas e baixadas gratuitamente no site oficial do versátil técnico.

eis o repertório do álbum "o que queremos nós, os brasileiros", fortemente influenciado pelo rock nacional de protesto e pela música sertaneja de shopping:

1) ter e ser 2) pelas crianças do brasil 3) não podemos ser mané 4) os bossanovistas 5) o demagogo 6) país crise 7) a outra face 8) trapaceiros 9) hereditariedade 10) tava na beira do caos 11) é o amor 12) amizade e, enfim, 13) o país é nosso

pelos títulos das músicas, vocês já imaginaram o tamanho da pedreira.

e tem mais: se o Botafogo for campeão carioca, escreverei a crítica do CD. trinta linhas, faixa por faixa.

desafio os colegas grenás, em caso de conquista da Taça Rio e do estadual pelo Fluminense, a uma tarefa tão ou mais árdua: ler um livro inteirinho do Renê Simões. qualquer um deles. e compartilhar, claro, suas impressões com os amigos do Cbet.

o espaço está livre para promessas de vascaínos e urubus.

Pop's drinks

O local onde o Fenômeno, o foda, passou a noite de ontem/madrugada de hoje é este aqui.
O famoso Pop's Drinks.
Enjoy...

breaking news on CBET

Diretoria do Timão vai punir Ronaldo por noitada em Presidente Prudente

Jogadores do Corinthians estavam liberados na noite da última quinta-feira até 23h, mas o camisa 9 retornou apenas às 5h30m desta sexta-feira

Leandro Canônico
Direto de Presidente Prudente, SP

Nelson Coelho/Diário de São Paulo

Ronaldo teria voltado ao hotel às 5h30m Ronaldo será punido por indisciplina pela diretoria do Corinthians.Ainda nesta sexta-feira, em Presidente Prudente, o presidente do Timão, Andrés Sanches, vai anunciar que o Fenômeno terá de pagar uma multa por ter retornado à concentração fora do horário combinado com a comissão técnica. A informação foi confirmada no início da tarde desta sexta-feira por um membro da diretoria corintiana ao GLOBOESPORTE.COM.

Na última quinta-feira, o elenco do Timão foi liberado após confraternização na casa do diretor técnico Antonio Carlos. À exceção de Ronaldo, os alvinegros retornaram ao hotel até as 23h, enquanto o craque, segundo relato de funcionários do hotel, só apareceu por volta das 5h30m, mais de seis horas após o limite.

A polêmica envolvendo o craque aconteceu justamente em sua primeira viagem com a delegação corintiana. Próximo de fazer sua estreia com a camisa do Timão, o camisa 9 foi relacionado por Mano Menezes para começar a “sentir o cheiro do jogo”, como gosta de dizer o treinador. Mas o atleta pecou em sua primeira folga.

Membros da diretoria corintiana não tinham horário para retornar ao hotel, já que não necessitam ficar concentrados, e também aproveitaram a noite de Presidente Prudente. Embora neguem que estivessem com Ronaldo, houve um pedido da direção durante a noitada para que ele voltasse, mas o atacante não quis.

Quando apresentado oficialmente no Timão, em 12 de dezembro do ano passado, o Fenômeno declarou ao lado do presidente Andrés Sanches que gostaria de ser mais um no elenco e que não aceitaria ter privilégios. Só que o fato de ele não treinar com o restante do grupo esta manhã indica um benefício após noite mal dormida.

Segundo o técnico Mano Menezes, o tratamento do craque separadamente, em sala de fisioterapia montada pelo time num dos quartos do hotel, já estava programado pela comissão técnica. Mesmo assim, a van que leva os jogadores ao treinamento esperou pelo atacante até 9h20m – o treino estava marcado para as 9h. (leia mais)

O ato de indisciplina de Ronaldo na última noite confirma conduta polêmica do camisa 9 nos últimos anos e agita os bastidores do clube do Parque São Jorge perto da tão esperada estreia do jogador com a camisa do Corinthians.

cumpleaños feliz

Ao completar 34 anos, divido com os bravos companheiros do CBET um momento capital de minha já não tão curta trajetória de torcedor. Não é Seleção, não é o Mundial do Fla, o gol do Júnior em 92 ou o do Pet em 2001. Uma pista: é o gol do título brasileiro mais legítimo de todos. Golaço típico da escola toque de bola que me fez gostar de futebol. Inesquecível.

http://www.youtube.com/watch?v=oV8uPmlcsYw

Estimas sinceras,
Garcia.

Olha o Bilica pagando vexa de novo

Jogadores são obrigados a correr de mãos dadas no Santa Cruz. Volante Bilica e atacante Pedro Henrique foram punidos por brigar em treino

– Não admito este tipo de frescura. Agora, os dois vão correr juntos como dois amores – disse o técnico Márcio Bittencourt.

fenômeno

the breaking news do noticiário de presidente prudente...
"Ronaldo não aparece no treino"
pessoas a dizer que ronalducho chegou no hotel onde está a delegação korinthiana hoje às cinco da manhã. e, claro, deixou quieto o treino matinal.
agora... ronalducho é mesmo um guerreiro:
ficar na rua, quinta-feira, até as cinco, em presidente prudente?

casa cheia

o campeonato paulista está tão emocionante que, ontem à noite, no morumbas,
4.799 torcedores
prestigiaram a goleada do são paulo (tricampeão brasileiro) no oeste de itápolis.
partida válida pela décima rodada do certame estadual.

grandes ídolos grenás de todos os tempos


mondo pizarro

é simples. tu tiras o kaká e o milan vira o flamengo.
eu vi o jogo de ontem e te digo de boa...
maldini e senderos são mais lentos que o fábio luciano.
seedorf há um tempinho já está mais para zé roberto.
schevechenko/inzaghi é um binômio tipo obina/josiel.
o david beckham é um jônatas de banho tomado.
o pirlo, na boa, não engraxa as chuteiras do williams.
e um pato só não faz verão. deu no que deu.
ontem esse time apanhava bonito do rezendão de bruno meneghel.

Sem cerveja

Ontem, logo depois do trabalho tive a honra de encontrar o tricolor Marcos Pinheiro no Beirute da Asa Norte. Como sempre um bom papo sobre futebol.

Vale ressaltar que não conheço ninguém que tenha a memória do Apresentador, ele consegue lembrar com precisão o mês, o dia e a hora de jogos de vinte anos atrás. É para deixar qualquer um maluco de tanta informação.

Uma fera!

Pena que sofre pelo Fluminense.

Sem tapete mágico

Não importa quem vença a Taça Guanabara, tanto faz se Botafogo ou Resende seja o campeão. O que importa é a Taça Rio e quem vencer será o campeão Carioca de 2009. Por isso a importância da conquista do segundo turno para Vasco, Flamengo ou Fluminense.

Botafogo - Se perder para o fraco Resende a final da Taça Guanabara estará fora da final do Carioca.

Fluminense - O time parece não ter mais força e é muito desarrumado taticamente. Só com um milagre ou com muito tapete para conquistar a Taça Rio.

Vasco e Flamengo - Briga de cachorro grande. Um dos dois será o campeão da Taça Rio e terá a fácil missão de derrotar o Botafogo na final do Campeonato Carioca 2009.

Tudo isso sem o costumeiro tapetão que insiste em roubar o Vasco da Gama.

Obs.: não é possível que o Botafogo vai perder a Taça Guanabara para o timeco do Resende.

adicional de insalubridade

muricy, após a vitória do são paulo em cima do (setor) oeste, da aprazível cidade de itápolis:

- decidi entrar só com dois zagueiros depois de ver o tape dos caras contra o mirassol e observar a forma deles jogarem.

se o cara tem a pachorra de ver o compacto de oeste x mirassol para não ser surpreendido num jogo qualquer do paulistão, imagine o que não faria numa copa do mundo.

o cara é mala (e muito por conta da dócil e puxasaquista imprensa paulista), mas o cara é o cara.

enquanto isso, o dunga...

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

4-5-2

o cuca é tão f*da, tão f*da que ainda consegue me impressionar.
hoje, na gávea, ele promoveu uma limpa no time titular do flamengo.
li que cuca botou o fábio luciano e o marcelinho parahyba (até quando?) para treinar no time reserva. deixou quieto o obina. inventou um rapaz de nome welinton (?). e desistiu de ter o leo moura (até quando?) ali na lateral. mandou o cara de vez pro meio campo e escalou everton silva na direita.
essa foi a escalação dos titulares segundo reportagem da espn:
Bruno, Everton Silva, Douglas, Welinton e Juan; Aírton, Toró, Kléberson, Leonardo Moura e Ibson; Zé Roberto e Josiel.
sim. é isso mesmo. tu não leu errado não. pode ler de novo pra conferir.
Bruno, Everton Silva, Douglas, Welinton e Juan; Aírton, Toró, Kléberson, Leonardo Moura e Ibson; Zé Roberto e Josiel.
sim. pode crer. cuca escalou um time com doze jogadores. doze. meia dúzia.
Bruno, Everton Silva, Douglas, Welinton e Juan; Aírton, Toró, Kléberson, Leonardo Moura e Ibson; Zé Roberto e Josiel.
me diz... cuca é ou não é muito f*da, hein?

Saudades do Tuta

Grêmio errou 13 gols feitos contra o Universidad do Chile.

hellraiser

manchete de página interna d`o Lance! dessa quinta-feira:

"novo fla nasce hoje"

na primeira linha, a cobrança: "chegou a hora de Cuca quebrar a cabeça".

cuca = cabeça
(sacaram?)

faltam seis dias

a emossão volta a campo na próxima quarta-feira
quando o mengão enfrentará o iviema!

plano b

rezendão é a unimed na final da guanabara-2009!

o banquete dos mendigos

ao John, Guga, DB e outros do Cbet não afeitos às estripolias dos times cariocas e que devem bocejar a cada post sobre essa competição tão antiga que até tem no nome um estado que não existe mais:

perdoai-nos, senhores.

essa é a nossa única chance do ano de ser protagonista de alguma coisa. daí a empolgação - e a inflamação.

em abril, com o início do Brasileirão e Libertadores na reta final, volta a programação normal.

voltaremos a ser figurantes.

ocasionais coadjuvantes, com direito a uma ou duas grandes cenas em uma trama que todos já conhecem o roteiro e o (tri)colorido desenlace.

ou, no máximo, protagonistas de um filme B.

Quem mais ganhou

Taca Guanabara
Flamengo: 18 títulos
Vasco: 11
Fluminense: 8
Botafogo: 4
America: 1
Americano: 1
Volta Redonda: 1

Taca Rio
Vasco da Gama: 9 títulos
Flamengo: 6
Botafogo: 4
Fluminense: 2
América: 1
Americano: 1
Bangu: 1
Madureira: 1

Vai para frente, rapaz

COmo diria o narrador do SporTV:
"Este é Douglas, do Corinthians"


Pintou o vice!!!

Dessa vez espero que não tenha chororô.


Grave denúncia II!

Em relação as denúncias feitas contra o esquema montado nas enquetes, o nobre Reverendo fez duras acusações contra o nosso presidente. Pensou-se até mesmo em afastamento enquanto não ficava tudo bem esclarecido. Mas, como sempre, começam acusando o presidente e no final sobra tudo para o pobre do motorista.

Virou freguês

Sei que o Reverendo e o Comendador me cobraram uma postura de torcedor ufanista, provocando e desafiando o rival. Mas antes de torcedor, sou jornalista e, com perdão da falsa modéstia, entendo um pouco de futebol. Por isso, não valia a pena fazer oba-oba em torno deste time do Fluminense. Logo, a derrota de hoje não foi por falta de aviso.

Dos comentários que lancei neste blog no pré-jogo contra o Botafogo, em apenas um eu "queimei a língua". Foi quando acreditei que o Leandro Amaral renderia alguma coisa tendo Everton Santos e Thiago Neves como companheiros na frente. O ex-vascaíno nada fez, novamente. Na verdade só saiu jogando porque o Maicon ainda estava machucado. Ainda pagou vexa de ser substituído pelo "bonde" Roger aos 33 do segundo tempo.

No mais, foi tudo conforme o escrito. O time do René Simões não tem laterais mesmo. Na direita, Mariano foi menos ineficiente. Mas foi de uma saída bisonha dele, perdendo a bola na intermediária tricolor, que nasceu o contra-ataque e o primeiro dos dois escanteios que originaram o gol botafoguense. Fahel, que já fez dois gols assim antes no campeonato (ninguém viu isso, meu Deus?), se antecipou à zaga do Flu e cabeceou certeiro. Quem estava a marcá-lo? O EdCarlos, aquele para quem a diretoria conseguiu efeito suspensivo. Precisava?, perguntei em post publicado no sábado passado.

No outro lado, Leandro abusou de errar passes e cruzamentos. E ainda tomou baile dos atacantes adversários no primeiro tempo. Thiago Neves, outra vez, se destacou no primeiro tempo (menos do que o habitual, pois foi muito bem marcado) e praticamente sumiu de campo no segundo. E Conca, fora duas jogadas isoladas nos primeiros 45 minutos, foi completa nulidade no restante.

Esqueci do Diguinho, que não contente de ser falastrão, estava doido pra "entregar o ouro" no primeiro tempo. Perdeu quatro ou cinco jogadas ridículas no meio-campo. Saiu merecidamente vaiado pelas duas torcidas. A do Botafogo, que sacaneou o cara o tempo inteiro. E a do Flu, impaciente com a péssima atuação.

O Botafogo, que foi melhorzinho na primeira etapa, equilibrada em termos de chances, mereceu a pequena vantagem por ter sido mais organizado. Como já previa, não precisava ser muito brilhante. No segundo tempo decidiu administrar o resultado, não deu um chute ao gol do FH, correu riscos, mas também pouco foi incomodado pelo Flu, que teve três oportunidades no máximo e jogou mais na base do "abafa", sem qualquer estratégia.

Assim, depois de perder duas vezes em 2008 - também nas semifinais da Taça GB e na decisão da Taça Rio -, novamente o Fluminense cai diante do Botafogo. Para felicidade do CM, em sua cruzada anti-Flunimed. Para quem estava praticamente eliminado na fase de classificação, ter chegado às semifinais já foi prêmio para o tricolor. Fazer o quê? Que venha o segundo turno!

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

e sem o Victor Simões, hein?

Faheeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeel.

Maicosueeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeel.

Crééééééééééééééééééééééééééééééééu.

Fogãããããããããããããããããããããããããããããããão.

Na finaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaal.


(será que, com todo o respeito, poder-se-ia dizer que pintou um novo freguês em General Severiano, e ele veste grená?)

Kibe no tubo


Recebi essa por e-mail. Apesar do texto primário, é informação de utilidade pública.
Acredito ser oportuno, à luz dos fatos, combater esse tipo de aliciamento. São práticas lamentáveis como essas que podem comprometer o caráter das futuras gerações.
Fica registrada minha indignação.

Vovôs em campo

Fluminense e Botafogo, o mais antigo clássico do futebol nacional, disputam hoje, plena noite de Quarta-Feira de Cinzas, vaga na decisão da Taça GB. Como diriam os filósofos do futebol, "clássico é clássico... e vice-versa". Ou seja, não há favorito.

Salvo alguma situação atípica, concordo plenamente com a velha máxima em relação ao jogo de logo mais. O Fluminense, na teoria, tem melhores valores individuais. Mas, na prática, mostrou apenas vislumbres de bom time. Precisa evoluir muito, sobretudo na parte física. O Botafogo, como já escrevi neste blog, foi o que melhor atuou até agora, no conjunto da obra. Nada de espetacular... como se fosse necessário no atual panorama carioca.

Ney Franco promete congestionar o meio-campo alvinegro com três volantes somados aos três zagueiros. Tudo para tentar fechar espaços para a dupla tricolor Thiago Neves e Conca. TN, é verdade, tem sido um diferencial desde que voltou há pouco mais de 15 dias. Mas até agora não conseguiu manter regularidade durante os 90 minutos. Geralmente "morre" no segundo tempo. Conca está pior. Antes do retorno de TN, viveu momentos de altos e baixos. Depois, em vez de subir de produção, andou mais sumido em campo que nota de R$ 1,00.

Pra piorar, o time do René Simões carece de laterais. O tal Mariano, que substituiu o atrapalhado Wellington Monteiro, não mostrou nada. E o Leandro, destaque do Palmeiras em 2008, foi só decepção por enquanto. Quase não chega ao fundo pra cruzar e anda se enrolando na marcação. Inoperante.

Sem jogadas efetivas pelos lados e com dois armadores de desempenho irregular, o Flu corre sério risco de ser anulado facilmente pelo adversário. Na frente, Maicon - que deve sair jogando se estiver recuperado - vai ter que correr em dobro. Embora veloz e raçudo, o garoto me parece mais eficiente quando entra no segundo tempo do que começando como titular. Everton Santos foi o "salvador da pátria" nos dois últimos jogos, mas está longe de ser qualquer coisa "extraordinária".
Logo, muita calma nesta hora. Se o potencial tricolor se tornar realidade nas quatro linhas, podemos chegar à decisão. Mas pelo que se viu até aqui... sei não.

grandes ídolos do desporto nacional: nelson cuevas


taí uma das minhas histórias de futebol preferidas.
madrugada de doze de junho de 2002. te digo que eu estava a virar a noite, acompanhando a derradeira rodada da primeira fase do mundial do coreão. muita emossão em campo. por que o paraguay teria que derrotar a poderosa eslovênia para seguir vivo no certame. e os eslovenos terminaram a etapa inicial com 1 x 0 no placar, num peru de chilavert, e ainda com um homem a mais em ação. o treinador do paraguas era o italiano cesare maldini. lá pelas tantas, meados da etapa complementar, maldini mui a contragosto teve que colocar o time pro ataque...
nelson cuevas levantou-se do banko guarani e entrou para a história do futebol.
cuevas, em meia hora, tocou o terror em campo. marcou dois golaços. na primeira pelota que recebeu, no flanco direito, quase na linha de fundo, cuevas cortou para dentro, levando um marcador, invadiu a grande área levando mais dois adversários na finta e chutou de canhota pra empatar. depois um tal de campos virou para o paraguas. mas o time tinha que vencer por dois gols de vantagem. então cuevas tomou a bola nos pés e caiu pela cancha direita, varado no rumo da meta oposta, driblando dois eslovenos pelo caminho, com malícia, determinação, e arrematando a baita jogada com uma bicuda de canhota, no alto, inapelável. paraguay 3 x 1.
logo após a peleja, o genial dadá maravilha, comentando o mundial para a globo, verbalizou exatinho o que torcedores insones de todo o planeta pensavam mas ainda não tinham encontrado as palavras exatas...
"cuevas é o melhor do mundo!"
o paraguas, verdade, fez água ali adiante. perdeu pra alemanha nas oitavas, levando gol no último minuto. injustus. a copa ficou bem mais pobre sem cuevas.
nelson cuevas já jogara pelo river plate mas naquele então estava exilado no shangai shenhua. depois da copa passaria pelo méxico (américa e pachuca), antes de regressar à sua pátria, defendendo o libertad. na última temporada, cuevas jogou pelo santos. não foi feliz na vila belmiro, tendo que conviver com toupeiras como o cuca. deixou registrados apenas dois gols nos anais santistas.
mas nelson cuevas ainda vive. disputa a libertas-2009 pelo universidad do chile.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

jonatas, o f*da

o cuca, treinador de futebol, é respeitado pela alma de vencedor e pelo brilhante pensamento estratégico. mas agora, na gávea, o grande teórico da pelota tem se revelado ainda um profundo conhecedor do karater humano.
veja você, cuca descobriu esta semana que o jonatas é um come-dorme.
parágrafo de matéria da espn:
"O jogador, ao lado do lateral-esquerdo Juan, reclamou das atividades exigidas pelo preparador físico Riva Carli. O fato irritou Cuca, que criticou publicamente Jônatas, dizendo que o jogador sempre reclama de trabalhar. Uma fonte ligada aos dirigentes revelou que na conversa com Kléber Leite, vice-presidente de futebol, Cuca chegou a pedir o afastamento do atleta."
se cuca tivesse chorado menos no botafogo,
se cuca tivesse trabalhado a sério no santos,
se cuca tivesse esquentado lugar no fluminense,
quem sabe ele teria descoberto - ainda na temporada passada - que a fama de preguiçoso de jonatas é bem conhecida entre os boleiros.
de tal modo que virou folclore a resposta de jonatas a caio junior, num coletivo, quando o molóide treinador pediu para o diligente atleta se esforçar mais na marcação...

"foda não marca, foda joga."

o insaciável

depois de ver a mangueira entrar sucessivas vezes em 2008 (semifinal da taça guanabara, final da taça rio e final da libertadores), o presidente grená esteve na passarela do samba e participou ativamente de ensaio para nova introdução do objeto longilíneo, dessa feita na quarta-feira de cinzas.

causou estranheza a insistência de horrorcades em exigir, para sua harmoniosa evolução, que o chão do sambódromo fosse inteiramente coberto por tapetes.

Série Grandes Momentos do Futebol

Foi em 1994, pouco antes da Copa do Mundo. O Comendador, que assiste às semifinais sem emoções envolvidas, previu que o jogo de amanhã será 7 x 1. Para animá-lo, segue um recuerdo para avisá-lo de que, "si, podemos".

o mártir

"Eu assumo toda a responsabilidade pelo fracasso."
(cuca)

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

era só o que faltava...

o competente cuca reuniu-se com o íntegro kleber leite hoje na gávea.
em pleno karnaval, ficou acertado que o treinador não sai. por enquanto.
e que kleber vai pingar um qualquer-coisa ($$) até o fim da semana.
mas o melhor está aqui neste parágrafo da matéria da espn:
"o dirigente não descartou a possibilidade de pedir ajuda aos torcedores para pagar as dívidas."
te pergunto, prezado amigo rubro-negro, prezado entusiasta do cbet...
tu entregarias dez centavos na mão do kleber leite?

terra de gigantes

adeus barueri, união de rondonópolis, nacional de patos, resende e flamengos.

acabou a brincadeira. começou 2009.

eis os clássicos que agitarão o futebol mundial nos próximos dois dias.

lyon x barcelona

arsenal x roma

inter de milão x manchester united

real madrid x liverpool

chelsea x juventus

botafogo x fluminense

Olha kem está treynando


Foto de hoje, segunda-feira de carnaval, nas instalações corintianas no Parque Ecológico do Tietê.


nunka fui santa


em homenagem ao karnaval, porque nem só de marcelinho parahyba e leo moura vive o mais querido

grave denúncia!

eu não tenho dokumentos para provar o que vou falar.
mas hoje tá na moda acusar sem ter dokumentos, então fica para quem o queira o ônus das provas.
me refiro à enquete aí ao lado... durante a semana inteira o sport recife (campeão brazileiro de 1987) liderou as expectativas da comunidade cbet & associados. mas, enfim, eis que há poucas horas do fim da contagem, o palmeiras vira a bagaça e termina a votação na frente.
como não tem nenhum palmeirense aqui nesta p*rra, só pode ter sido pilantragem.
e aqui coloco em suspeição as enquetes do cbet.

Nova chance ao Leandro Amaral

Sou adepto da filosofia de que jogador não pode ser escalado apenas pelo nome, pela fama que conquistou algum dia. Pra mim, entra em campo quem estiver melhor no momento. Mas também acho que, dependendo da conjuntura, sempre se pode dar segunda chance aos que não foram bem antes.

É o caso do Leandro Amaral. Após uma temporada bem-sucedida em 2007 pelo Vasco, o cara começou 2008 nas Laranjeiras em meio a uma transferência polêmica e à disputa por posição com Washington e Dodô. Em sete jogos que conseguiu realizar pelo Fluminense, meteu quatro gols. Após recursos, liminares e um tempo em que foi obrigado a ficar fora de campo, voltou a São Januário por conta de um contrato de gaveta que tinha assinado com Eurico Miranda. Imagina como fica a cabeça de qualquer ser humano depois disso. Vestiu de novo a camisa do Vasco, que chegou às semifinais da Copa do Brasil, mas acabou rebaixado no Brasileirão. Não foi excelente como no ano anterior, mas fez gols decisivos dentro de um elenco limitado.

Em 2009, novamente contratado pelo tricolor, disputou um amistoso e cinco partidas oficiais, mas não balançou as redes. Correu bastante, deu algumas assistências, mas não atuou bem no conjunto da obra. Foi sacado do time em todas as oportunidades, enquanto Roger, seu inoperante companheiro de ataque, era mantido sempre. Na última delas, diante do Vasco, há 15 dias, saiu de campo visivelmente irritado com o técnico René Simões. Dois dias depois se machucou feio nos treinos e ficou três jogos ausente, incluindo a estreia na Copa do Brasil.

Recuperado, ele teria a chance de voltar a ser titular nesta quarta-feira (25/2) na semifinal da Taça GB, contra o Botafogo. Uma oportunidade para atuar ao lado de um Thiago Neves em melhor forma. Contra o Vasco, o meia fazia ainda sua primeira partida na volta ao clube. E, mais importante: Leandro Amaral não teria mais Roger, finalmente barrado, para atrapalhá-lo.

Mas o "mestre" René parece ter ficado magoadinho com a bronca do nosso atacante e quer deixá-lo no banco. Maicon, se estiver melhor da contusão, ou Tartá são os favoritos para formar dupla com Everton Santos. Acho até bacana apostar nos garotos. Mas, na hora de um jogo decisivo, abrir mão de um jogador mais experiente pode ser fatal. Aguardemos os próximos capítulos...

já vai tarde

a má notícia: me diz, tu conheces o renato gaúcho?
the breaking news do karnaval na gávea:
"O Flamengo se transformou em um barril de pólvora após o vexame que resultou na eliminação da Taça Guanabara para o Resende, no último sábado. Quarta-feira, o técnico Cuca irá decidir o seu futuro com a diretoria rubro-negra. Conselheiros que criticam o trabalho do atual treinador já comentam o nome de Renato Gaúcho para assumir o time, caso Cuca peça demissão ou seja demitido."

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Não é só o Cariocão que engana...

Da Gazeta Esportiva

Depois de dois empates seguidos, o Atlético Paranaense voltou a vencer no Campeonato Paranaense e, melhor ainda, em um clássico. A vítima do líder isolado da competição foi o Paraná Clube, que caiu por 2 a 1, na Arena da Baixada, em uma partida de dois tempos distintos.
O Furacão não deu nem tempo para o adversário respirar e, logo aos quatro minutos, Zé Antônio, cobrando falta, abriu o placar. Aos 32 minutos, cobrando pênalti, Rafael Moura ampliou a vantagem. Na segunda etapa, depois da bronca, o Tricolor melhorou e, aos 10 minutos, Agenor, de cabeça, descontou.
Na próxima rodada, o Atlético Paranaense vai a União da Vitória, onde na quarta-feira enfrenta o Iguaçu, no Estádio Antiocho Pereira. Já o Paraná Clube, que com sete pontos está exatamente entre o G-8 e a ZR, joga apenas na quinta-feira, quando recebe o Cianorte, em uma partida complicada na Vila Capanema.

é carnaval! é tempo de samba-rock!

Zeca Pagodinho, a maior Estrela do samba, é Fogão!


Bobby Gillespie, a maior Estrela do rock escocês, também!

Que tipo de repertório os dois poderiam gravar juntos? Um disco de chorinho, talvez?

sniif (super notícias informativas impactantes & factuais)

Acho que o Guga tem razão.

Vamos deixar as lamúrias do Flamengo um pouco de lado, até porque desse assunto o Calazans e o Renato Maurício Prado já se ocuparam com destemor nas colunas enfurecidas d`hoje em O Globo. Ambos só faltaram pedir pena de morte para um juiz que ousou fazer uma "arbitragem independente", como definiu o Juca Kfouri.

Melhor se concentrar em outras notícias do mundo maravilhoso dos desportos. Agora que os rubro-negros têm tempo de folga para leituras & reflexões, convém esquecer um pouco a Gávea e se concentrar nas breaking news que mais se destacaram no noticiário desportivo ao longo da semana.

Como sobreviveríamos sem as informações abaixo?

* Rogério Perrô é apresentado como novo técnico do Foz do Iguaçu

* Palmeiras quer ser 'player' e cria cargo de relações internacionais

* Rosembrick deixa o Vila Nova e diz que negocia com a Portuguesa (SP)

* Fãs podem nomear curvas do autódromo de Cingapura

* Menina Fantástica é gremista: pai de Regina Krylow confirma a amor da jovem pelo clube

* Fábio Luciano mergulha sem lavar o corpo na ducha e leva 'puxão de orelha' de uma senhora na piscina da Gávea (N.CBET: O desagradável incidente ocorreu antes da expulsão de sábado, e ao que consta, o zagueiro não xingou a reclamante)

* Atacante Bruno Cazarine vira o Cazagol da torcida do Chapecoense

Mengão conquista mais uma no sábado de carnaval

Disputou-se no último sábado de carnaval o multiestrelado campeonato de bocha lá para as bandas dos condomínios de Sobradinho - DF. As duplas eram formadas por torcedores dos mais variados times. Grêmio, Inter, Goiás, Fluminense, Botafogo, São Paulo. Todos estavam presentes.

Quem saiu vitorioso foi o rubro-negro carioca, com uma performance estonteante.

Parabéns Mengão!!! Você continua dando alegrias à sua imensa torcida Brasil afora!!!

Musa do domingo

Sheila Carvalho

Enquanto o menguinho pagava vexa...

Os vexas do Flamengo são realmente saudáveis para o CBET porque estimulam a participação de todos, geram discussões, fazem a gente rir um montão e tudo mais. Agora, enquanto o new famous Resende fazia a festa no Maraca, muita coisa também acontecia no mundo do futebol. Algumas merecem citação:

- Borges é Seleção (e, sim, há atacantes decentes jogando no Brasil. No Tricolor tem três)
- Palmeirinhas tropeçou de novo
- O Curintia não parece precisar muito do Gordaldo (dentro de campo)
- O Vaiscão tá mais na merda do que a gente imaginava
- O Grêmio chegou na semifinal do gauchinho, grande campanha!
- Tardelli já é ídolo no Galo
- Adriano Bebum desatou a fazer gol e a Inter vai ser Tetra na Itália (não será o único do ano)
- Aqui na Espanha o Barça perdeu do Espanyol no Camp Nou (pra gente ver que realmente clássico é clássico) e chorou contra a arbitragem (pra gente ver que essa chatice acontece em todo lugar); enquanto isso o Real Madrid ganhou a oitava seguida e corre até o risco desse campeonateco ter alguma graça

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Xou da Xuxa

Desculpem a curiosidade (ou ignorância): teria Bruno Meneghel, o "craque" que demoliu o "favorito" hoje no Maraca, algum parentesco com a Rainha dos Baixinhos?

bando de vagabundo

se eu fosse o kleber leite, não pagava os salários desses pulhas

Personal Motivator Tabajara


Foto da preleção de Cuca, pouco antes do jogo de futebol (sic) do flamengo (sic) contra o Resende.

de três

vou te contar... bakana é o paulistão-2009.
estou aqui vendo a peleja entre o são paulo e o grêmio barueri.
fiquei de cara com a informação que o barueri tem três técnicos.
time rico é outra cousa... o flamengo não tem nenhum.

mãozinha

quero ver o cuca mostrar quem são os legítimos campeões da guanabara!

time frouxo

p*rra... cadê o vaiscão pra anular essa pelada de hoje?

buá, buá, buá...

"O juiz está de parabéns"

Juan, inconformado, ao deixar o gramado do Maracanã


Impressionante: depois de Cuca e Zé Roberto, o flamengo quer tirar do Botafogo a exclusividade do chororô.

a revolta do apito amigo

o árbitro felipe gomes da silva é um kamarada como eu, berna beat, pode crer. ele também não gosta de ouvir essa ladainha, esse chororô de que o flamengo é ajudado pela turma do apito. mas gomes da silva resolveu tomar providências enérgicas a esse respeito. aproveitou o sábado de karnaval. aproveitou o marakas pela metade. aproveitou a credibilidade zero que restou ao kampeonato karioca depois da garfada no vaiscão. enfim, felipe gomes da silva não fez cerimônias. foi lá e operou o flamengo.
em verdade, o rezende se impôs no marakas. só precisou do juizão porque o artilheiro bruno meneghel é rapaz de trato rude com o objeto esférico. porque o rezendão já fazia por merecer uma melhor sorte no marcador quando, decorrida meia hora de prélio, meneghel pagou de robinho e entortou três rubro-negros grande área adentro. foi solenemente derrubado por ayrton. gomes da silva apitou o penal e mandou ayrton pro chuveiro.
e aí, tu me perguntas, o que fez cuca perdendo por 1 x 0 com um homem a menos em campo?
cuca se virou para o banco de reservas e pensou rápido. então, entre todas as opções possíveis, cuca foi lá e disse pro kleberson: entra tu.
kleberson entrou e incendiou o jogo. ah. na verdade, nã, não incendiou nada. o flamengo naquele momento precisava de... a) recompor a defesa, b) ritmo intenso de jogo, c) chegada com tesão ao ataque. ora, kleberson nunka fez nada disso, era evidente que não faria isso num sábado de karnaval, calor dos diabos, e dois meses de salários atrasados.
o time do flamengo seguiu ali fazendo número, tocandinho a pelota, como se a derrota fosse do outro, não dele próprio. leo moura e juan andando, como se estivessem no quintal de casa. ibson apanhando da bola. e o obina a suar feito leitão no forno.
tão mole, tão fácil, deu nem pra bronquear quando, aos 45 da primeira etapa, gomes da silva cansou da cara do fabio luciano e o mandou fazer companhia pro ayrton. pronto. e foi tudo.
quer dizer, quase tudo. no segundo tempo, cuca mandou pra jogo o primo do messi. mas quem acabou com o jogo foi o primo do sandro hiroshi, suplente do rezendão, que acertou um golaço lá do meio da rua. bem quando bruno souza estava a colher margaridas na área.
ah. o juizão, pra não dar muito na vista, mandou um sujeito do rezende mais cedo pro karnaval. de boa. o serviço já tava feito.
só te digo que deu pena do williams. correndo feito um doido pra lá e pra cá. dos três zagueiros que cuca escalou, só tinha sobrado um, justo o thiago salles. williams então jogou por cinco. beque central, líbero, quarto zagueiro, meia armador e ponteiro avançado. foi de williams, quem mais?, a jogada do gol de honra de josiel. é que o rapaz chegou agorinha há pouco, ainda não entendeu como funcionam as cousas na gávea.

sucesso

com tão pouco tempo de trabalho, cuca conseguiu o que todo treinador de futebol deve almejar:
montou um time com a sua cara.

Hino do Resende (uma pequena homenagem)

1. Resendenses, entoemos um hino
Que fulgure qual mundo que sois,
A esta terra, que é um berço divino
De poetas, de artistas, de heróis!

Estribilho: Eia, pois, fervorosos saudemos
De Resende, a Cidade gentil
Onde o berço,entre flores tivemos
Sob um céu todo azul, todo anil!

2. Covam bençãos de luz sobre o dia
Em que o seu Centenário ela faz!
Que nos enche de doce alegria,
Que ventura tão doce nos traz!

3. De outro século o sol majestoso
Surge agora imponente "brandão"
Deste "Vale", dourado, amoroso,
Toda nova e aromal floração!

4. O Itatiaia, emergindo das brumas,
Ei-lo, o século novo a saudar!
E o Paraíba o seu manto de espumas,
Vai contente e cantante a arrastar.

5. Que este dia, da Pátria, na história
Fulja sempre com mago esplendor!
E que viva na nossa memória,
Todo luz, todo paz, todo amor!

Buraco sem fundo

Fiquei sabendo ontem pela CBN que o teto salarial dos times da NBA é calculado de acordo com a arrecadação das bilheterias. Assim, 51% do que é arrecadado em uma temporada vai para o bolso dos jogadores. Como o teto atual é de 58 milhões de dólares por time, e são 30 equipes, as bilheterias rendem anualmente 1,74 bilhão. Pelos meus cálculos, cada jogo deve render cerca de 500 mil dólares em ingressos, estimando-se um público médio de 10 mil pessoas pagando 50 dólares por entrada.

Transportando esse raciocínio para o futebol brasileiro, se um time jogasse 50 vezes na temporada, com cerca de 10 mil testemunhas por partida pagando na média 20 contos, a arrecadação do ano seria de 10 milhões de reales, e a cota para pagar a mesada dos pernas de pau ficaria em 5,1 milhones. Com um elenco de 30 chinelinhos, cada um teria direito a 170 mil anuais. Ou seja, 14.166 vírgula de number of the beast a cada 28, 29, 30 ou 31 dias. Um contracheque bacana, mas, se um Obina, Fabinho, Jéferson ou Léo Silva já leva 50 mil mangos num mês, só um zé mané desses já fatura no ano 600 milhas, o que equivaleria a 11,8% do imaginário teto. Dez perebas sobrevalorizados juntos, portanto, já estourariam o orçamento do clube. Como tem gente que ganha bem mais do que isso, é fácil perceber por que a maior parte dos times está quebrada.

Tudo bem que tem clube com médias de público maiores, e ainda há premiações por título, grana da TV, mensalidade de sócios e venda de produtos - que deve render uma miséria, porque o marketing de quase todos os times é uma vergonha. Mas a realidade, pra mim, é que não há a mínima condição de as equipes continuarem pagando fortunas pra técnicos e jogadores. Assim, nunca vão sair do buraco, ainda mais porque não faltam ralos por onde o dinheiro escorre diretamente pro bolso da cartolagem.

Os favoritos

Seja pelo adversário pífio que vai enfrentar, seja pelo melhor futebol apresentado até aqui, Flamengo e Botafogo despontam como favoritos, na minha opinião, para chegar à decisão da Taça GB no próximo fim de semana.

O rubro-negro tem a obrigação de vencer (golear?) o Resende hoje à tarde no Maraca. O Flu, mambembe, meteu 3 x 0 neles fácil. O Vasco ganhou por 3 x 1. Logo, o "favorito" não pode ter resultado menor.

O Botafogo tem sido a pedra no sapato do Fluminense. Como já escrevi aqui, no primeiro turno foi o que jogou melhor nesta terra de cego que virou o futebol carioca. Claro que não é uma "barbada" como a do Flamengo. Mas...

Perguntinha: valeu a pena a diretoria tricolor ter conseguido efeito suspensivo para escalar o EdCarlos na quarta-feira? Acho que nosso "zagueirão" não merecia tanto esforço assim.

pagar pra ver

mengão x rezendão
marakas, 16h.
semifinal ou amistoso apronto para as semifinais da guanabara-2009?

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

O time de coração dos colegas do sportv



La no youtube tem mais dois videos, em um milton leite fala do rogerio ceni, no outro, do dunga.

Vagner Love rocks!


O Bunga bem que tentou mas não conseguiu emplacar o Vagner Love no ataque da Seleção. Mas não pensem que o treinador do time canarinho é o único fã do ex-palmeirense. Não apenas uma, mas DUAS bandas rock resolveram homenagear o jogador do CSKA Moscow pegando emprestado o nome do rapaz.




"O grupo Vagner Love foi formado em 2007 pelos irmãos Hasan e Mo Naeem tocando guitarra e baixo, respectivamente, e tem ainda Ben Taylor na bateria. É uma banda de rock/pop alternativo que vem conquistando fãs em Manchester com um som que eles mesmos definem como uma mistura de Teenage Fanclub com Oasis.




Não é a primeira vez que o jogador recebe uma homenagem do tipo. Em 2003, quatro alemães se juntaram para formar o grupo de soul/disco Rotariklub, que depois mudaria de nome para Wagner Love, assim mesmo, com W. No ano passado, lançaram seu primeiro disco, chamado Everything About" (globoesporte.com)




É para se considerar para o próximo Porão do Rock, hein, Marquinhos!




e tem quem queira

tem kartola que é cego... o grêmio estava a fim de contratar o kleberson.
o tricolor gaúcho só não vai levar o futuroso meia pra porto alegre hoje mesmo porque não tem caixa pra pagar a fortuna de salários que - teoricamente - o flamengo paga pro rapaz.
mas está tranquilo. se tudo der certo, em poucas semanas kleberson consegue passe livre na justiça.

uma aventura transiberiana

e o alex do inter?
arrebentou. vai jogar na rússia. spartak moskou.
vai ficar pertinho do d*nga, pertinho da galera. parabéns.

a blind date

não sei... mas te pergunto...
afinal, quem o flamengo enfrentará amanhã, no marakas, às 16h do sábado de karnaval?
a) rezende
b) fluminense
c) caprichosos de pilares
d) deixa quieto e vamos curtir o feriadão com leo moura & marcelinho parahyba

Dúvida

Me contem uma coisa:

Sou só eu ou o futebol está começando a perder de vez a sua graça?

Me explico. Todos nós somos de uma época em que pudemos presenciar partidas históricas, acompanhar campeonatos alucinantes e principalmente idolatar verdadeiros craques de bola que envergavam a camisa de seus times como se fossem armaduras.

Hoje em dia perdemos mais tempo com o vai-vém frenético de jogadores meia-boca, viradas de mesa e erros crassos de arbitragem do que com o que realmente interessa: o couro da chuteira castigando o couro da bola.

Não quero ser saudosista, até porque entendo que tapetes revirados, juizes de mão grande e negociatas na calada da noite sempre fizeram parte da história, mas vejo, com absoluta tristeza, que não consigo mais acreditar na instituição futebol.

Há sempre um clima de que algo que desconhecemos e que não pode vir à tona está acontecendo. Um mistério que envolve os clubes, os dirigentes, os atletas, onde cada um parece defender mais as próprias cores do que aquelas que prezam tanto os torcedores.

E ainda assim insistimos.

Em suma: somos nós que perdemos a nossa inocência ou a inocência que acabou há muito no futebol?

uma estreia pra lá de explosiva

Do Estado de Minas:


Matador e genioso como sempre, o atacante Kléber entrou no 2º tempo. E, em apenas 14 minutos, se tornou o grande nome do primeiro jogo do Cruzeiro na Libertadores. Fez dois gols na vitória por 3 a 0 contra o Estudiantes, levou dois cartões e acabou expulso.
Fernandinho, de pênalti, abriu o placar.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Palhaçada tricolor

Bob Dinamite está magoadinho com o Flu, que mandou advogado como parte interessada na ação contra o Vaixco pra ajudar o cruzmaltino a perder seis pontos na Guanabara. Segundo meu irmão, Horcades está para a Federação do Rio agora como Eurico Miranda estava no passado. E o Dr. Eurico anda despachando na sede da federação, com sala e tudo, mesmo sem ter cargo. Era óbvio que o Vaixco ia rodar.

Tudo bem que foi burrice dos dirigentes vascaínos escalar o Jéferson na primeira rodada sabendo o risco de manobras no tapetão. Mas a participação do Flu nessa história é ridícula. Como é ridículo o futebol carioca e são ridículos seus dirigentes. O que, no final das contas, é muito bom pra nosso blog, porque sempre tem assunto pra alimentar nossas discussões.

paint it black (and white)



Já rola na internet há algum tempo a comparação entre o Botafogo e os Stones: tiveram seu auge nos anos 60, atravessaram uma fase amarga nos anos 80, mas deram a volta por cima e continuam fazendo grande sucesso, encantando jovens & velhos de diferentes gerações.

O que poucos sabem é que o alvinegro Wood, a Estrela Solitária do grupo, ajudou a dupla Jagger & Richards a escrever pelo menos três hits dedicados à torcida botafoguense: You can´t always get what you want, (I can´t get no) Satisfaction e o mais recente, Out of tears.

meu tempo é hoje

estou aqui a acompanhar o noticiário desportivo do meio-dia.
e resolvi compartilhar com os brothers de cbet uma inquietação que me persegue ultimamente...
o que será que vai acontecer primeiro:
o ronalducho entrar em campo pelo korinthians ou o fred ser apresentado nas laranjeiras?

José Wilker em temporada no Rio

Pois é, o Flu não teve competência pra eliminar o Nacional de Patos no jogo de ida. Mesmo com um jogador a mais a partir dos 30 do segundo tempo. E José Wilker quase deu a assistência para o empate no final, ao roubar a bola do negativo e inoperante Leandro. Ainda teve gol mal anulado dos paraibanos, mas o cara não tava impedido por milímetros, e só no replay foi possível ver, então não vamos crucificar o Emerson Luiz Sobral, que podia ter expulsado meio time do Nacional, mas só mandou um pro chuveiro.

Só sendo torcedor mesmo para assistir a peladas como essa. Pelo menos, com vários jogos da Copa do Brasil e da Libertadores simultâneos, pude ficar zapeando e amenizar o masoquismo. Não que as outras partidas estivessem melhores, mas futebol ruim diluído faz menos mal à saúde.

LDU e os brasileiros

Fiz um rápido levantamento sobre as últimas participações da LDU na Libertadores, particularmente em confrontos contra brasileiros, só para dar uma noção do tamanho da pedreira. Não olhei de 2000 para trás, porque acho que a LDU era ninguém antes disso. Mas vamos aos fatos:

4/3/04 LDU 3 x 0 São Paulo

10/3/04 São Paulo 1 x 0 LDU

17/3/05 LDU 2 x 1 Santos

6/4/05 Santos 3 x 1 LDU

10/5/06 LDU 2 x 1 Internacional

19/7/06 Internacional 2 x 0 LDU

20/2/08 LDU 0 x 0 Fluminense

17/4/08 Fluminense 1 x 0 LDU

25/6/08 LDU 4 x 2 Fluminense

2/7/08 Fluminense 3 x 1 LDU

17/2/09 LDU 3 x 2 Palmeiras

Grandes Ídolos do Desporto Nacional: Bosco

"O Paredão", como era conhecido nos tempos de Fortaleza, chegou ao São Paulo em 2005 para acrescentar ainda mais títulos à sua vitoriosa carreira. Antes do tricolor paulista, brilhou nos maiores do Nordeste, como América de Natal, Sport Recife, além do time da capital cearense. Ontem, salvou a equipe de uma derrota ao defender um chute de André Dias contra a própria meta na estreia do time na Libertadores. Craque nas metas e no surfe, Boscão também atua com destaque no banco de reservas, onde intimida os adversários e motiva os companheiros. Ídolo, promete terminar sua carreira nos bancos "Recaro" do Morumbi.

zebra

havia tempos...
o vasquinho não sapekava um flamengo, hein?
qualquer flamengo

no mato grosso sem cachorro

o internacional de porto alegre fez jus ao nome:
embananou-se no certame nacional.
me diz, tu conheces o união de rondonópolis, mato grosso?
os colorados conhecem

e o oscar vai para...

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

A batalha dos Andes

O Sport Club do Recife conseguiu o primeiro tempo mais avassalador de um time brasileiro na Libertadores.

2 x 0, gols do menino-prodígio Ciro (o segundo não foi dele, mas, como definiu o radialista eufórico lá de Recife, ele foi o "autor intelectual" do tento).

Depois da conquista do Brasileiro em 1987 e da Copa do Brasil em 2008, o Sport agora quer o topo das Américas.

E as tevês preferem exibir uma pelada qualquer lá no Morumbi...

Francamente!

Equipos de mierda

O Flamengo tá disputando a Liga Sul-Americana de Basquete. O adversário de amanhã é o "Obras Sanitarias", da Argentina. Na estreia, o Mengão detonou os venezuelanos do Cocodrilos. Completa o grupo o Cañoneros. De Cucuta, é claro.

grandes momentos do futebol


O Atlético-MG do final do anos 70 e início dos anos 80, um dos grandes times do futebol brasileiro. Tinha Cerezo, Reinaldo, Palhinha, Éder, Luisinho, João Leite... Com poucas mudanças no time, o Galo foi hexacampeão mineiro entre 78 e 83. Essa geração ainda foi vice-campeã brasileira duas vezes. Perdeu nos pênaltis para o São Paulo em 77 e ficou em segundo em 80 contra o Flamengo. Na final, Reinaldo foi corretamente expulso.

infame, mas simpatika

pula, marcos, que o batedor é o manso

canastrão

vale prestar a atenção no nacional de patos, que hoje encara o fluzão.
o time tem um centro-campista de nome josé wilker

nunca antes na história do vaiscão

"foi uma burrice sem tamanho, uma coisa de aprendiz. algo que jamais foi visto na história do vasco."
(eurico miranda, o probo, sobre a escalação de jefferson)

grandes peladas da copa do brazil

estava aqui a ver a tabela que a copa do brazil nos reserva pra logo mais à noite.
e te pergunto: pra que diabos serve tevê a cabo?
dois kanais vão transmitir nacional de patos x fluminense em todas suas emossões. também vai ter quem exiba o clássico das multidões, vasco x flamengo, pela primeira vez disputado no albertão, em teresina.
mas ninguém se arvorou a passar as mais promissores pelejas da rodada:
misto x campinense
sampaio corrêa x figueirense
guaratinguetá x caxias
itabaiana x patético mineiro
icasa (ex-time do angelim) x portuguesa de desportos

tendência?

Jogou-se pouco, mas arrisco um top 6 do Brasil nesse começo de temporada: Cruzeiro, Palmeiras, Inter, São Paulo, Grêmio e Corinthians.

Só uma mudança em comparação com o top 6 oficial do final da temporada passada: saiu Flamengo, entrou Corinthians.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

vida que segue

não tem jeito: o único flamengo que o vaiscão vai enfrentar nos próximos dias é mesmo o flamengo do piauí

LDU again!

Não foi só o Renato Gaúcho quem caiu do salto na altitude equatoriana. O Luxerley e seu Palmeiras acabam de perder os 100% de aproveitamento na temporada: LDU 3 x 2, rumo ao bi da Libertadores!

fator eurico

o vaiscão, no tapetones, ficou fora da guanabara-2009 por goleada: 8 x 1
só pra gente ver a força de eurico miranda e dos advogados da unimed.
resta ao vasco dinamitar o certame

Façam suas apostas

Corinthians tenta amistoso com Boca na estréia de Ronaldo 11/12

Ronaldo pedala na orla da Barra da Tijuca para perder peso 17/12

Atacante Ronaldo admite estar até 6 kg acima do peso 27/12

Fisioterapeuta vê Ronaldo jogando no fim de janeiro 03/01

Mano mostra otimismo e diz que Ronaldo pode ter forma técnica de 2002 12/01

Ronaldo evita falar sobre data de estreia e diz invejar colegas 14/01

Sem Ronaldo, Corinthians se prepara para amistoso contra Estudiantes 16/01

Fora da estreia do Corinthians, Ronaldo vai a boate em São Paulo 23/01

Médico que examinou Ronaldo nesta manhã minimiza efeitos de balada 23/01

Possível estreia de Ronaldo, Palmeiras x Corinthians será em P. Prudente 05/02

Estréia de Ronaldo no Corinthians deve acontecer somente em dois meses 10/02

Mano prevê Ronaldo apto em 15 dias e cogita estreia fora de São Paulo 17/02

Apartheid

Quando esporte e política - duas coisas tão distantes e tão unidas ao mesmo tempo - se misturam, normalmente dá merda.

A tenista israelense Shanda Peer (48ª do ranking) foi impedida de disputar o torneio de Dubai, nos Emirados Árabes. Retaliação ao bombardeio de Gaza! Deu no El País hoje que "Salah Tahlak, director del torneo de Dubai, se excusó esta misma tarde y afirmó que habían estado luchando para resolver el problema hasta el último momento. 'Todo fue en vano', dijo. 'La cólera del público persiste y la participación de Peer podría incrementarla: todos ellos han seguido por televisión las imágenes de la ofensiva en Gaza', agregó".

A negativa do visto para Peer só chegou na semana do torneio, o que é uma sacanagem pra qualquer pessoa séria.

A ATP estuda excluir Dubai (um torneio importante) do calendário do próximo ano. As tenistas prestaram sua solidariedade a Peer... e Israel é o país mais queimado do mundo hoje em dia.


Presidente, não sei se falamos de tênis aqui, mas vai lá... Afinal, com a inclusão do ilustre cm na equipe do blog e comigo e pothead, pode interessar.

O canário do sertão

Anote esse nome, marquinhos: Ribinha.

Ribinha é um atacante, deve ter seus 26 a 27 anos. Começou no Souza, no final da década passada. Com seus gols de grande beleza plástica, seu oportunismo e forte chute de direita, logo chamou a atenção dos dirigentes do Botafogo de João Pessoa.

Em João Pessoa, Ribinha manteve uma média considerável de gols e foi negociado (acredite!) com o Corinthians. Sim, o Sport Club Corinthians Paulista.

Ele foi apontado como Kaká Nordestino pela apressada e exagerada impresa paulista. Um fisiologista do clube até concordou com a afirmação - isso nos idos de 2002 - e acrescentou que ele precisava de um pouquinho mais de potência muscular e preparo físico para logo ser efetivado no time de cima.

Depois dessa entrevista, Ribinha sumiu. Deve ter caído na gandaia, jamais atuou pelo Corinthians. Não se sabe se alguém ganhou dinheiro com ele.

Agora, surge Ribinha, estrela do Campeonato Paraibano 2009, no qual o Nacional de Patos, o Canário do Sertão, terminou o primeiro turno com 15 pontos e na primeira colocação.
Perdeu apenas dois dos sete jogos que disputou.

Foi vítima do maior time da Grande Estado da Paraíba, o Treze, e do Campinense, o time que supostamente está na moda.

No último final de semana, o Canário massacrou o Internacional, em João Pessoa, por 4 a 1. Ribinha deixou um e colaborou com duas assistências.

O técnico Freitas Nascimento, um retranqueiro convicto, deve colocar um time misto em campo nesta quarta-feira porque no domingo tem o clássico do sertão: frente ao Souza, em pleno estádio José Cavalcanti, em Patos, esse, sim, o verdadeiro lar do Velho Naça, o Canário do Sertão.

É suficiente, Marcos Pinheiro?

grande madson

na última coletiva do santos antes de embarcar para o velho oeste, perguntaram a madson sobre esse jogo no acre. eis que, do alto de sua sabedoria, "madson o f*da" respondeu:

- Acre? O que é acre?

O Flu na terra do DB

O Fluminense estreia amanhã à noite na Copa do Brasil contra o Nacional-PB, em João Pessoa. Bem que nosso colega de blog DB, paraibano-radicado em São Paulo, que se diz torcedor do Treze, poderia nos dar informações preciosas sobre o adversário do tricolor carioca. Não queremos ser pegos de surpresa em nossa escalada rumo ao bi.

Piadas a caminho

O Fluminense, após chegar à decisão da competição internacional mais importante das Américas, volta à Copa do Brasil para enfrentar o... Nacional.

O Vasco vai até Teresina para tentar ganhar do... Flamengo.

O Botafogo irá ao Gama para enfrentar o Dom Pedro, que vem a ser o time dos... bombeiros.

O Santos usará sua camisa tradicional para adentrar em território acreano e enfrentar o... Rio Branco.

Sei não, acho que o organizador da tabela da Copa do Brasil é um pândego. Armou um monte de piadinhas infames logo para a primeira rodada da competição. E facilitou a vida dos tituleiros dos cadernos esportivos de todo o país - ainda mais em caso de zebras. Vai ser um festival de "Fogo apagado", "Deu branco no Santos", "Vasco perde para o Flamengo até no Piauí", entre outras pérolas previsíveis.

Os clubes e seus predicados

A soberba? É são-paulina.
O primitivismo? Gremista.
A prepotência é colorada.
A agressividade? Palmeirense. Às vezes, cruzeirense.
A burrice só pode ser corintiana.
A desesperança se enxerga botafoguense e atleticana.
A falta de ética? Vascaína.
A nostalgia se limita ao Santos.
A frescura, ah, sempre do tricolor carioca.

teorema da goanabara

eurico + federação karioca + unimed + L.E. - dinamite - rezende = o tapetão é uma caixinha de surpresas

Kaká e a renascer

Depoimento aa polícia italiana:


Conhece Estevam Hernandes Filho, Sonia Haddad Moraes Hernandes, Felipe Daniel Hernandes e Fernanda Hernandes? Frequenta os templos da Igreja Renascer?

Resposta: Sim, conheço e frequento os templos da Igreja Renascer.


Os acusados costumam frequentar sua casa, na Itália e no Brasil?

Não.

O senhor costuma frequentar a casa deles, no Brasil e nos Estados Unidos?

Não.

A partir do dia 31 de julho de 2006, qual delas e quantas vezes alguma das pessoas acusadas frequentaram sua casa?

Nunca, como já disse; posso dizer que as encontrei somente uma vez no Brasil, por ocasião das festas de fim de ano em 2006.

O senhor tem conhecimento que foi decretada a prisão de Estevam e Sonia?

Soube da notícia da decretação da prisão através da imprensa brasileira.

O senhor contribuí, do ponto de vista financeiro, com a Igreja?

Sim, faço algumas doações

Desde quando?

Desde a época em que frequento a Igreja Renascer, ou seja desde meus 12 anos.

Com dinheiro, ou com outros bens?

Somente com dinheiro.

Quanto é sua contribuição mensal? Com quanto já contribuiu desde que começou a colaborar com eles (um total, mesmo que aproximado) e de que forma fez suas contribuições?

Não se trata de depósitos mensais, mas de doações que faço quando posso, e nem posso quantificá-las mês a mês. Não sou capaz também de fornecer um total, mesmo que aproximado, de minhas doações.

O senhor sabe o que foi feito e é feito com o dinheiro das contribuições que o senhor faz?

Pelo que sei, são despesas relacionadas com as necessidades da organização e gestão da Igreja, e iniciativas de beneficência e portanto creio e espero que sejam utilizados para tais fins. Não sei nada sobre as modalidades concretas de uso.

O senhor se dirigiu à imprensa brasileira - "Folha de S.Paulo" do dia 12 de setembro de 2007 - para defender a Renascer. O senhor conhece as atividades da Renascer e do que foi acusada?

Nem me lembro do artigo do jornal e não me lembro também de uma entrevista minha relacionada com este assunto. De qualquer forma, àquela época, eu estava na Itália. Sobre as atividades da Renascer, tudo que sei sobre as acusações vem da leitura dos jornais brasileiros.

Alguma vez o senhor foi informado do valor das receitas, das despesas e dos investimentos das empresas do grupo em questão (seja a Igreja, seja as empresas ligadas à ela)?

Nunca.

Campeonato candango

Nada de Brasiliense e muito menos do Gama. Quem anda fazendo bonito é o Dom Pedro que venceu o Legião por 2 x 1 e segue líder isolado do Candangão.

CLASSIFICAÇÃO
1º- Dom Pedro -16 pontos
2º- Brasiliense - 14
3º- Luziânia - 13
4º- Gama -11
5º- Brasília -10
6º- Ceilândia -6
7º- Legião - 4
8º- Brazlândia - 4

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

nem choro, nem vela

Comentário que rola em BH depois de os atleticanos culparem o juiz pela 9ª derrota contra o Cruzeiro nos últimos 10 jogos: "Já se nota o estilo Bebeto de Freitas no Galo".

Justiça seja feita, dessa vez quem estrilou foi Leão. Outro que adora um choro.

Leão é bom técnico. E o time do Atlético está mais forte e pode fazer temporada algo melhor que a do ano passado. Só precisa tomar cuidado para não cair na armadilha do discurso de vítima.

Fraternidade sim, violência não

Em meio ao domingo sangrento no futebol, quando só se falou de brigas & balas, é mister fazer um elogio aos distintos passageiros de uma caravela que zarpou d`além-mar e atracou no Engenhão.

Quero deixar registrado, na ata do CBET, o comportamento exemplar da torcida cruzmaltina ao ocupar, pela primeira vez como mandante de jogo, o mais moderno estádio da América Latina.

Os mais de cinco mil torcedores alvinegros não arrancaram cadeiras, não picharam os muros, não arrancaram as torneiras dos banheiros, não urinaram de porta aberta. Enfim, se comportaram direitinho na primeira visita.

Respeitaram o patrimônio alheio.

Se tiverem algum problema em São Januário e quiserem utilizar o estádio nas noites de terça e sexta em 2009, quando a tabela do Brasileirão não prevê a realização de jogos do Botafogo, serão bem-vindos.

CBET pouco representado na Liberta

A Libertadores começa esta semana para os times brasileiros e infelizmente teremos apenas um dos time dos blogueiros - o glorioso e tradicional tricolor paulista - na competição mais importante e emocionante do continente.

Dado aos moles de Flu - na final, principalmente depois dos 3 x1 - e Fla - o amarelão dos amerelões no Brasileiro - não teremos as fervorosas discussões de 2008. Quase lamento por isso.

Ainda assim a secação vai ser forte. E o Sport como provável time da galera.

Mainstream outsiders

PARTE I

'O ataque brasileiro formado por Fernando Baiano e Rafael Sóbis funcionou, e o Al-Jazira goleou o Al-Wehda por 4 x 0 nesta segunda-feira, em casa, em partida válida pela 12ª rodada da Liga dos Emirados Árabes.

Artilheiro do time comandado por Abel Braga, o ex-corintiano abriu o placar aos 37 minutos do primeiro tempo. Já o ex-colorado ampliou dois minutos depois e fez o terceiro aos 25 da etapa final. Diaky, aos 29, completou a goleada.

"Jogamos bem e conseguimos o resultado positivo. Tive a felicidade de marcar mais um gol. Estou num momento muito proveitoso aqui e quero ajudar ao máximo a equipe. Vamos brigar pelo título", apostou Fernando Baiano, 18 gols na temporada.

Com a vitória, o Al-Jazira manteve a liderança da Liga dos Emirados, com 29 pontos, dois a mais que Al-Ain e Al-Ahly. O time de Abelão, que está invicto há oito rodadas, volta a campo no próximo dia 22, quando encara o Al-Khaleej fora de casa.' (fonte: GE.net)


PARTE II

'O Al-Gharafa bateu o Al-Arabi por 3 x 0 nesta segunda-feira e manteve a liderança da Liga do Catar, agora com 42 pontos. O atacante brasileiro Araújo marcou duas vezes e Akram definiu o resultado para a equipe comandada pelo técnico Marcos Paquetá, que gostou muito do que viu.

"Armei o Al-Gharafa com três atacantes e isso tem dado certo. O time fez uma excelente partida e posso dizer, inclusive, que, se o placar tivesse sido de 6 x 0, seria um resultado normal pelas jogadas de ataque que criou."

Um dos resultados que beneficiou o time de Paquetá foi o empate por 1 x 1 do Al-Rayyan, comandado por Paulo Autuori, com o Al-Khor. A equipe do brasileiro teve um jogador expulso ainda no primeiro tempo, mas garantiu a igualdade que a mantém na vice-liderança do torneio, com 39 pontos.

Já o técnico Sebastião Lazaroni teve uma segunda-feira mais feliz. Viu o Qatar SC derrotar o Al-Sailiya por 2 x 0, com dois gols do atacante Sebastien Soria, e assumir a quarta colocação, com 33 pontos. Na próxima rodada, o time encara o Al-Rayyan de Autuori.

Outro destaque da rodada desta segunda-feira da Liga do Catar foi a goleada por 5 a 0 do Umm Salal sobre o Al-Khuraitiat, fora de casa. Magno Alves, ex-Fluminense, marcou três gols para a equipe, sétima colocada da competição.' (fonte: GE.net)

Comida de leões

Da AE:

"A Fifa abrirá nesta sexta-feira, dia 20, a venda de ingressos para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Esta será a primeira de cinco fases de vendas, ficará aberta até o dia 31 de março, e os interessados devem se cadastrar no próprio site da entidade para manifestar o interesse pelos ingressos.Como a tabela da competição não está definida - e nem os próprios participantes, já que as Eliminatórias estão em andamento no mundo todo -, o que será vendido agora é uma espécie de "pré-ingresso", que depois será trocado pelos jogos nos quais o torcedor estiver interessado. Há quatro tipos de ingressos à venda, sendo um deles específico para os moradores da África do Sul, que poderão adquirir entradas por meio de um cartão pré-pago do banco local FNB. Os preços não foram divulgados, mas a entrada mais barata deve custar US$ 80 (cerca de R$ 180). O próximo período de vendas, segundo a Fifa, ficará aberto de 4 de maio a 16 de novembro."

E aí, quem se habilita? Afinal, como diria o Vanucci, "a África do Sul é logo ali".

Um homem, uma missão, uma nassão

Por experiência própria, posso dizer que se existe alguém capaz de administrar com habilidade e equilíbrio emocional a crise entre a diretoria rubro-negra e os jogadores por conta de salários atrasados, este alguém NÃO se chama Alexis Stival.

E, em caso de qualquer outro resultado que não seja o lugar mais alto do pódio da Taça GB, a casa cairá de vez para O Favorito.

Urubu + Cuca = Uruca?

Grandes momentos

Sport, o verdadeiro Campeão Brasileiro de 1987.

A hora da estrela

Ih, mais um carioca...

Pois é, mas convenhamos que a Estrela Solitária (o escudo mais bonito do mundo segundo eleição recente; sorry periferia) andava em desvantagem nesse sítio habitado por rubro-negros, cruzmaltinos, grenás & outros times de menor expressão nesse momento dos regionais (vocês sabiam que o Grêmio ganhou ontem do Avenida? 2 x 1, jogaço!).

O alvinegro Léo, diminuto na estatura e imenso no coração, exerce como poucos a virtude da fidalguia e devo dizer que esta não é a característica mais adequada para sobreviver em um ambiente declaradamente hostil e belicoso, cheio de armadilhas traiçoeiras.

Por isso, direto da trincheira de General Severiano, por onde passaram alguns dos maiores craques brasileiros da história (sorry again, mas pelo menos passado a gente tem...), este novo integrante do CBET se compromete a defender a Estrela do Botafogo mesmo quando, aparentemente, esta se encontra fragilizada (quem falar em River Plate, por exemplo, leva chumbo) e... cai em prantos. Como sói os homens são capazes de chorar, diria o poeta rubro-negro Gonzaguinha, o muso do vascaíno Marcelo Camelo:

- Um homem também chora, guerreiro menino...

E é nesse espírito chorão-guerreiro, que nos é peculiar, e que inclusive já contagia o Brasil, como bem o demonstrou o nosso eterno soldado Túlio, em seu ato de pugilato no clássico do Morumbi, que aceito o convite do Presidente e de todo o seu estafe para me juntar aos valorosos membros do CBET.

Para encerrar, minha primeira sugestão, a ser encaminhada à Fifa, no mesmo Sedex utilizado pelo Kleber Leite para enviar o dossiê com as provas de apito inimigo contra o Mengão no Brasileirão: em caso de clássicos envolvendo o Botafogo, podemos pedir para a partida ser encerrada aos 40 minutos do segundo tempo?

peixada

então o bruno senna assinou contrato com o-que-sobrou-da-honda.
vai correr ao lado de jenson button.
rubinho ficou a pé.

Tricolor desperta do sono

galera, sei que vocês adoram discutir o chumbreguento campionato caioca. mas tá muito páia essa porra. e a agora essa discussão sobre os pontos do vasco. sucks!

bom mesmo é o paulistão. ontem teve o primeiro crássico (palmeiras e santos é jogo de time pequeno).

destaque para apresentação dos reforços tricolores. vagner diniz foi expulso. arouca se escondeu em campo. renato silva joga muita bola. junior césar idem. se tivesse o uóxito teríamos depenado o gambá. mas tudo bem. essa semana começa a libertadores, daí, enfim, poderemos falar de assunto sério neste blógue.

presidente, vossa senhoria poderia fazer o obséquio de providenciar uma inquete sobre qual o time brasileiro fará mais bunito na libertas, plis?

René, o sensato

Gosto do René Simões. Não se trata de um treinador brilhante, grande estrategista ou de currículo extenso. Seus feitos mais notáveis foram dirigir a Seleção Brasileira feminina medalha de prata nas Olimpíadas de Atenas-2004 ou levar a Jamaica para a Copa de 1998. Em nível nacional, reconduziu o Coritiba, em 2007, à Série A ajudando a revelar jogadores como o badalado Keirrison, hoje no Palmeiras.

René é um cara tranquilo, que sabe conversar, orientar seus jogadores e, ao mesmo tempo, tratar a imprensa. Ontem, após a improvável classificação do Fluminense às semifinais, não mudou o tom do discurso. Fosse Renato Gaúcho, Luxerley ou Leão, ouviríamos um festival de bravatas e fanfarronices.

Está há pouco mais de quatro meses nas Laranjeiras. Suficientes para salvar o clube do iminente rebaixamento no Brasileirão de 2008. E, agora, de evitar a humilhante eliminação na primeira fase da Taça GB. Errou algumas vezes, é verdade, na tentativa de montar um novo time.

Mas seu único pecado capital, de fato, foi insistir em escalar Roger como a "referência" do ataque tricolor. Confesso que conheço pouco do jogador, a não ser que foi titular na Ponte Preta e no Sport e teve passagens apagadas por Palmeiras e São Paulo. No Fluminense mostrou ser pesado, sem habilidade e pouco inteligente, não oferecendo opções para os homens de meio-campo. Pior: não sabe chutar, um crime inafiançável para um atacante de área.

Ontem, aos 38 da primeira etapa, Roger finalmente foi sacado do time, que não conseguia sair do 0 x 0 com o Tigres. Everton Santos entrou e, em sua primeira jogada, livrou-se de dois adversários e bateu forte no canto para boa defesa. No lance seguinte, projetou-se nas costas da defesa e bateu na saída do goleiro: 1 x 0. No segundo tempo, em novo deslocamento, recebeu de Maicon e chutou cruzado: 2 x 0. Everton Santos é craque? Claro que não! Mas, com pouco mais de 50 minutos em campo, jogou e produziu muito mais que Roger em 578! Simples assim.

Que sua habitual tranquilidade ilumine René nas próximas escalações. Chega de Roger!

Perguntas que não querem calar

Se a subtração de seis pontos do Vasco na tabela foi uma manobra para tentar salvar o Fluminense, a quem interessa agora que se mantenha a punição? Ao Flamengo, para pegar o Resende nas semifinais?

Se os advogados vascaínos perderam por 4 x 1 (quase unanimidade) no julgamento de quinta-feira, que fato novo (juridicamente falando) surgiu para que o resultado se reverta no recurso a ser avaliado amanhã, apenas cinco dias depois?

Se este imbróglio entre o Vasco e o Brasiliense já era uma história antiga e ainda havia uma pendência (ou qualquer dúvida sobre o caso), por que o clube carioca insistiu em escalar o Jeferson na estreia do campeonato? Trata-se de um jogador imprescindível ou insubstituível?

Se este problema aconteceu na primeira rodada da Taça GB (24 de janeiro), por que só deixaram pra julgar o caso em 12 de fevereiro, quase três semanas após, na semana decisiva da fase de classificação?

PS: Que fique claro: não estou culpando o Vasco de forma alguma no caso Jeferson.

saudades do angelim

fico aqui a pensar na retaguarda do flamengo.
a avenida thiago salles apresentou ontem trânsito intenso no sentido meio-campo até linha-de-fundo.
e a avenida egidio também se apresentou aberta à movimentação dos alvinegros em ambos os sentidos.
o time do cuca, em verdade, ainda não exibiu planejamento decente no certame.
(não vale goleada no mesquita.)
e as coisas ficam ruins, bem ruins, nas ausências de juan e ronaldo angelim.
se der flamengo x fluminense, prevejo amplo favoritismo tricolor.
se der flamengo x vasco, te digo que vai ser pau a pau.
se der flamengo x resende, periga o timeco do cuca chegar à final da guanabara.
de modo que o flamengo vai precisar mais do que nunca daquelas supostas mumunhas de arbitragem. será que vai dar na vista?

aos olhos de quem (não) vê

Muricy deixou o campo, ontem, fazendo cara feia (ou seja, em seu estado normal) por causa de uma cólica renal e dizendo que o empate com o Corinthians foi um bom jogo para quem pagou ingresso.

Mano deu entrevista no vestiário dizendo que o jogo foi feio e "vocês sabem que só tem um time jogando bonito no Paulistão".

Não é o dele.
Muito menos o de Muricy!

domingo, 15 de fevereiro de 2009

dez por cento

a polícia militar aproveitou pra descer o pau nos korinthianos
cavalos, bombas e cacetadas no morumbas.
te digo que por isso, roleta russa moderna, não frequento estádios de futebol.

Caixa-preta

Alguns textos abaixo, aquele que é melhor que Et'o cobrou uma matéria investigativa sobre o submundo da grana no futebol. Pra mim, isso é uma caixa-preta eternamente trancada. Rola muito mais dinheiro por fora do que em contrato. Se algum repórter conseguir desvendar como funciona essa máfia, ganha o prêmio Pulitzer. E nunca, nunquinha, na minha opinião, vão acabar com essa lavagem de dinheiro. Teto salarial, como na NBA? Só se for pra massagista e roupeiro.

Fim de papo na Itália

Só vi os últimos 25 minutos do clássico milanês, pois antes estava assistindo ao Fluminense golear o Tigres, mas num jogo ruinzinho, em que, mesmo com um a mais por 15 minutos, meu timinho só foi fazer o quarto gol nos acréscimos. Já Inter 2 x 1 Milan um foi um jogaço, pelo menos enquanto estive vendo.

Pato jogou muito. Fez um belo gol (tem 11 no italiano), grandes jogadas e deu ótimos passes, inclusive um maravilhoso, de peito, deixando o Inzaghi na cara do gol pra empatar, mas ele perdeu (boa defesa do Júlio César, mas, se fosse o próprio Pato a finalizar, seria bola na rede). Falando em Inzaghi, ô cara pra ficar impedido. E, mesmo estando sempre à frente dos zagueiros, pelo menos um metro, reclama que nem um jumento. Se não ficasse tantas vezes impedido, o Milan poderia ter vencido.

E o Ronaldinho? Lampejos de brilhantismo, como no lance do gol do Pato. Mas, ao contrário do que ocorria com o Romário, fica sumido em campo mas não marca, nem gol nem os adversários. Sonolento, só corre com a bola no pé.

E a Inter do Mourinho tem agora nove pontos de frente pra Juve e 11 pro Milan. Já era. Ah, e o gol do Adriano foi usando o braço. Mão do beberrão.

Em campo...

... os reservas do São Paulo mostraram que o Corinthians ainda não está no nivel dos melhores times do pais, como muita gente achou depois da espetacular campanha do timinho na segundona. Foi quase um ataque contra defesa do Tri da Primeira contra o campeão da Segunda.

Mas o desinteresse do Tricolor pelo jogo (porra, reservas num clássico é fróid) foi punido num lance isolado. Não concordo com o Muricy, mas vamos ver se o time estreia bem na Libertadores, que é o que realmente importa.

No Paulistão, Palmeiras, São Paulo, Corinthians e mais um prometem boas semifinais.

túlio, desarmado e perigoso

não demorou muito... e os korinthianos já conheceram o estofo de túlio.
"encostei a mão nele (andré dias). não dei um murro. ele simulou muito bem. não era para expulsão."

"Era do mandante"

O jogo de hoje São Paulo 1 x 1 Corinthians não inaugurou, mas certamente será o marco definitivo da já chamada "era do mandante" no futebol paulista. O Santos por razões óbvias já exercia essa vantagem na Vila. O Palmeiras, contra o tricolor e o próprio peixe, também faz isso no Parque Antártica. E agora chegou a vez do Corinthians. Não tem mais volta.

A prática já é comum no Rio Grande do Sul, Pernambuco, Paraná e acho que vai ser bom pro futebol paulista, já que ir em clássico é exercício de guerra na cidade. Agora, pelo menos, se poderá ver (um pouco) mais tranquilo os jogos em que o seu time é mandante. "Fora de casa" as organizadas vão continuar fazendo seu papel.

Acho que a divisão de ingressos entre mandantes e visitantes será prática em todo Brasil em pouco tempo, com algumas boas excessões, como em Minas (já que nenhum time tem estádio mesmo).

E no Rio? Quando Vasco ou Botafogo poderão exercer o direito do mandante contra o Flamengo?

Em tempo: acho boa a "lei do mandante", mas em finais (ou semis) bem que os times poderiam entrar em acordo e fazer a divisão meio a meio. Mais bonito.

Não tem chororô!!!

Fluzão 4 x 0 Tigres! Jogamos mal, mas estamos nas semifinais. Bastou o René Simões finalmente tirar o Roger. Everton Santos entrou aos 38 da primeira etapa e meteu dois. Americano perdeu e Cabofriense tropeçou, como o titio aqui já previra. Simples assim.

Que o Vasco recupere os pontos no tapetão, para que não haja chororô de nenhuma parte! Em primeiro ou segundo no Grupo A, não importa, ainda estamos no páreo da Taça GB. Tivemos sorte? Com certeza! Mas, e o Flamengo, não?

Saudações tricolores!!!

Exercício de futorologia

Semifinais do Carioca 2009:

Flamengo x Fluminense
Vasco x Bota

Ou alguém acha que a corda não vai arrebentar pro lado do glorioso Resende?

furo de reportagem

Epa, me redimi da notícia velha de dois dias atrás. Meu post, publicado antes do Berna, já trazia o resultado final de Fla x Bota. Tempo real.

Abre aspas

"O jogo só termina quando acaba"

Valdir Espinosa, comentarista do PFC2, mandando um recado involuntário para nosso comentarista Berna Beat.

e foi pouko

fogão deu uma lição no flamengo, hoje, no marakas.
espero, na sinceridade, que seja de algum proveito.
e espero também que até o próximo final de semana já se saiba nosso adversário nas semis.

atentado violento ao futebol

Devolvam os pontos ao Vasco. O Bacalhau só fez escalar um tal de Jeferson.

Tirem os pontos do Flamengo.

Cuca escalou ao mesmo tempo Obina, Jônatas, Toró e Egídio. O regulamento do TJD não prevê algo como "atentado ao futebol"?

Isso sem falar em Thiago Sales, que é jovem, mas nada promissor. Em Zé Roberto, que não é jovem, nem promissor. E em Obina, que só num time sem comando como o Flamengo perde todos os pênaltis que quiser para tentar "espantar a inhaca".

E o Botafogo conseguiu não ganhar desse time.

rodízio

john pothead e eu fomos bater um churrasco lá no montana grill, a churrascaria do chitãozinho.
no átrio da churrascaria, há uma espécie de hall da fama. uma parede com photos de "celebridades" que frequentam o estabelecimento. do naipe de sandy, luciano huck, aline moraes, babi, eri johnson.
tinha uma photo do leovegildo lins da gama junior.
mas de jogador de futebol na ativa, só tinha uma única photo. obina.

favorzinho

alguém pode me fazer o obséquio de pedir pro obina nunca mais bater penalty na vida?

Os "grandes" na Taça GB

Os quatro clubes considerados grandes do futebol carioca chegam hoje à última rodada da fase de classificação da Taça GB mostrando que precisam evoluir ainda muito para ter alguma chance num campeonato de verdade, como o Brasileirão.

O Flamengo, badalado favorito, tem a melhor campanha até aqui muito mais por ter mantido 90% do time de 2008 do que pelo futebol demonstrado. Fora a goleada por 4 x 1 sobre o Mesquita, na qual jogou bem só no segundo tempo, conquistou quatro vitórias no sufoco (dois 1 x 0 e dois 2 x 1). E, quando resolveu poupar alguns titulares, tropeçou no Boavista, em pleno Maraca (2 x 2).

O Fluminense, apontado como principal rival rubro-negro na disputa, protagonizou uma série de vexames (derrotas de virada para Cabofriense e Duque de Caxias, empate com o Madureira no Maraca). Sofre de uma inconstância irritante. Normalmente faz um primeiro tempo bom, abre vantagem, mas não tem pernas pra segurar no segundo. Tem potencial para crescer, desde que René Simões desista de Roger (e a vinda de Fred, se confirmada, será um fator decisivo).

O Botafogo entrou desacreditado, mas é o que, na minha opinião, mostrou mais talento até agora. Fora a derrota para o Voltaço, no Engenhão, somou cinco vitórias mais ou menos tranquilas, as duas últimas por goleada. Possui ataque forte, com Victor Simões e Reinaldo, e um bom jogador de armação (Maicosuel). Se ajustar a defesa, ainda irregular, é sério candidato ao título. Não será surpresa se bater o Flamengo hoje.

O Vasco, de quem ninguém esperava nada, foi o exemplo da oscilação. Estreou perdendo para o Americano (2 x 0), mas engatou três vitórias seguidas (uma de 4 x 0 e duas por 3 x 1), empolgando a torcida. Mas o empate sem gols, com atuação pífia, diante do Fluminense, e o tropeço diante do Cabofriense (0 x 0), em São Januário, baixaram a bola de novo. Pra piorar, vieram a crise na diretoria, com denúncias para todos os lados, e a perda dos seis pontos no tapetão. Futuro incerto.

Calculadora na mão

Li muita gente escrevendo besteira sobre o imbróglio judicial no Grupo A da Taça GB. A maior delas é a de que o Fluminense ganhou sobrevida na disputa só por causa da perda de seis pontos do Vasco. Como se o tricolor não tivesse mais condições matemáticas de chegar às semifinais se isto não tivesse acontecido.

Então, criançada, prestem atenção nas contas do titio. Claro que o time do René Simões não depende apenas de si, hoje, pra se classificar, mas a situação nem é tão complicada assim. O que é preciso acontecer:
1. Vencer o lanterna Tigres, já eliminado, em São Janu, de preferência por três gols de diferença.
2. Torcer para que o Americano, fora de casa, não derrote o Resende, que também briga pela vaga. Lembrem-se: o time de Campos, líder da chave, não vence há quatro rodadas.
3. Torcer para que o Cabofriense, em Cabo Frio, não ganhe do Duque de Caxias. Mesmo que saiam vitoriosos, os donos da casa ainda podem ser ultrapassados pelo Flu no saldo - por isso, a importância da goleada tricolor sobre o Tigres.

Confirmando-se estas possibilidades, nada remotas (talvez o mais difícil seja o Fluminense golear, pelo futebol mostrado até aqui), terminaria a fase de classificação em primeiro lugar, pelo menos provisoriamente. Ficaria apenas na dependência do julgamento do recurso vascaíno, terça-feira, para saber se enfrentaria o campeão ou o vice do Grupo B nas semifinais. Simples assim.

Antes que questionem qualquer merecimento, uma pitada de memória do futebol carioca: em 2007 o Flamengo, campeão da Taça GB (e, depois, do campeonato) daquele ano, apanhou de 4 x 1 do Madureira na última rodada da fase de classificação do turno. Só garantiu vaga nas semifinais graças a uma improvável derrota do Botafogo pro Boavista (3 x 2), em Saquarema. Recordar é viver...

Musa do Domingo

Viviane Araújo

grande notícia no Morumbi

Então o Corinthians chiliquento não joga-não joga-e-não joga mais no Morumbi. Ahhhhhhh, que pena! Como o Tricolor vai sobreviver sem o timinho? Juvenal Whisky On The Rocks Juvêncio deve estar desesperado...

sábado, 14 de fevereiro de 2009

péssima notícia na gávea

angelim entrou na faca e vai ficar, pelo menos, um mês e meio de molho...
"O zagueiro Ronaldo Angelim ficará fora do time do Flamengo nas próximas seis semanas. O jogador chegou na última sexta-feira à Gávea, reclamando de dor na coxa direita e com o local um pouco inchado. Ele ficou fora do treinamento e foi submetido a tratamento fisioterápico. Depois, após um leve movimento para se sentar para ver a atividade dos companheiros, sentiu um estalo na coxa direita e o local inchou de forma acentuada. Ronaldo Angelim foi levado para o Hospital Pasteur, no bairro do Méier, e foi diagnosticada uma síndrome compartimental aguda, tornando-se necessário o procedimento cirúrgico. Operado pelo médico José Luiz Runco e sua equipe, durante 40 minutos, Angelim passa bem e terá alta do hospital no domingo. O jogador está fora da Taça Guanabara e praticamente fora de toda a fase classificatória da Taça Rio, podendo voltar nas finais do segundo turno ou do Estadual."
pior: o tal do douglas, zagueiro reserva, levou um baile do ataque do boavista na quarta-feira.

TREINADORE$

Dorival Jr ganha seus R$ 280 mil por mês. E os outros?


Sugiro uma visitada no blog do Emerson Gonçalves, sobre marquetingue e bízinez no mundo da bola. Muito bom, por sinal. O post de hoje trata justamente dos vencimentos de alguns dos principais treinadores em atividade no Brasil. Há dados deveras interessantes. Sabiam que, numa proporção salário do treinador/receita do clube, Dorival só não sai mais caro que Luxemburgo? Aliás, na matemática do Gonçalves,
1 Muricy + 1 Celso Roth = 1 Luxerley. Deem uma olhada e vejam se não escolhemos a profissão errada.

http://colunas.globoesporte.com/olharcronicoesportivo

A regra é clara?

O ex-árbitro e dublê de comentarista Arnaldo Cézar Coelho inventou esta frase, que já virou um bordão, como o de um comediante.

Entre a noite de quinta e a sexta-feira vários programas esportivos (e o nosso blog, claro)discutiram o polêmico lance do FH na área do Americano. Houve quem dissesse o absurdo "no máximo é tiro livre indireto", esquecendo-se (ou desconhecendo) que esta penalidade é aplicada quando só há o risco de atingir o adversário, mas sem contato físico. O goleiro do Flu, teatrinhos a parte, tomou um chute no peito, isso qualquer câmera mostrou.

A discussão que ficou é: o jogador do Americano estava tentando dar uma bicicleta pra tirar a bola de sua área e não teria como interromper o movimento no instante em que FH pulou pra cabecear. Intencional ou não, porém, o zagueirão acertou o goleiro. Foi pênalti, pra mim e para a maior parte dos comentaristas que ouvi ou li. Inclusive pro José Roberto Wright, teoricamente um especialista no assunto - que ainda ironizou o lance lembrando que a polêmica poderia não ter acontecido se FH tivesse sido expulso (e merecia ser) ao socar o saco do adversário.

A regra é mesmo clara? Ou nós não a conhecemos por inteiro?

FH, o polêmico - parte 3

Quando publiquei o que se tornou a primeira parte de uma série sobre o arqueiro tricolor, tive a intenção tão somente de mostrar que ele tinha sido valorizado pela diretoria (que antecipou em quase um ano a renovação de seu contrato) e reconhecido pela torcida, após anos dividido entre ser "promessa" e a realidade. Nunca disse que FH era brilhante, apenas relatei os percalços e destaquei seus méritos, sobretudo na Libertadores.

Eis que nosso "herói", desde então, vem protagonizando episódios de comédia pastelão. Há menos de 10 dias, no gramado do Tigres, em Xerém, fez um pênalti infantil aos 30 da segunda etapa que permitiu dar início à épica reação do Duque de Caxias, que perdia por 2 x 0 e venceu por 3 x 2.

Anteontem, quando o Flu novamente ganhava (1 x 0), mas tomava sufoco, FH cometeu muito mais que um "pênalti infantil": deu um soco no saco do jogador do Americano. Absolutamente sem necessidade, ele já tinha cortado o cruzamento. Achou que o juiz não veria e ainda teve a cara de pau de perguntar pro câmera da SporTV se tinham captado a imagem da agressão. Era para ser expulso, o que aumentaria mais o drama tricolor, pois o René Simões já tinha queimado as três substituições.

O que fez depois - avançar pra dentro da área do Americano e sofrer o pênalti (sim, foi pênalti, volto ao assunto no próximo post) - foi um ato de desespero que acabou dando certo. Ridículo foi botar a mão no rosto no lance como se o chute tivesse sido lá. Ficar mostrando e beijando o escudo do Flu para a torcida no caminho de volta à meta. Dizer que Deus perdoou o seu erro.

René está certo em dar uma dura no FH. O que ele fez foi imperdoável. De castigo, fica de fora do jogo decisivo de amanhã contra o Tigres, suspenso. Bom pra ficar em casa pensando nas travessuras que fez. Quem comete atos infantis é criança. E com criança tem que se agir assim.